AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE DESPERDÍCIO DE FRUTAS E HORTALIÇAS E CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS EM SUPERMERCADOS LOCALIZADOS EM NAVIRAÍ/MS

Thalia Fernanda Faustino do Nascimento, Mariana de Melo Alves, Elizângela Serenato Madalozzo, Mariana Manfroi Fuzinatto, Giovanna Lara dos Santos de Oliveira

Resumo


As condições higiênicas dos estabelecimentos e o cumprimento das exigências legais são fatores importantes na produção e comercialização de alimentos seguros e de qualidade. Considerando que as doenças de origem alimentar são um problema mundial e a avaliação as condições higiênico- sanitárias e de estabelecimentos de venda é de fundamental importância para a saúde pública. Este trabalho teve o objetivo de avaliar as condições higiênico-sanitárias de dois supermercados nomeados como supermercado A e supermercado B, localizados em Naviraí-MS que são destinados à venda de produtos alimentícios e de uso doméstico. Foi realizada a solicitação do consentimento do estabelecimento, para que pudesse ser realizado o trabalho no local. Realizaram-se entrevistas e o levantamento de dados no período de Setembro a Dezembro de 2017. Para a entrevista foi utilizado o CHECK-LIST similar ao proposto pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Criou-se um POP (Procedimento Operacional Padrão) que tem como objetivo básico garantir, mediante uma padronização, os resultados esperados por cada tarefa executada, ou seja, é um roteiro padronizado para realizar uma atividade e obrigações. Entre as medidas de segurança adotadas em um ambiente de manipulação de alimentos, a higienização das mãos é uma das iniciativas simples e que garantem aos trabalhadores e consumidores proteção contra várias doenças. Com isso, foram disponibilizadas cartilhas com o passo a passo da lavagem das mãos próximos as pias da área de manipulação e dos banheiros. Para a redução do desperdício, elaborou-se uma cartilha com dicas de reaproveitamento de cascas de frutas, talos, e folhas que iriam para o lixo, criando subprodutos a partir destes resíduos. Os itens de higiene dos manipuladores, higiene das gôndolas expositoras de hortifruti, produtos utilizados na limpeza e desinfecção do ambiente foram pautados na palestra realizada no dia 21 de Maio de 2018, no auditório da unidade UEMS- Naviraí, que teve como tema as Boas Práticas de Manipulação de alimentos no município de Naviraí-MS. Os dois supermercados foram classificados como regulares, apresentando percentuais de conformidade de 70 a 88 % para o supermercado A, e de 52 a 88 % para o supermercado B. Podendo assim concluir que muitas das não conformidades observadas no decorrer do estudo podem ser corrigidas, através de instruções aos funcionários e proprietários, de forma clara, através de treinamentos periódicos e monitoramento dos itens avaliados, a fim de assegurar a qualidade higiênico-sanitária dos alimentos comercializados.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.