REFLEXÕES ACERCA DA FORMAÇÃO DOCENTE: POLÍTICA E PRÁTICA

Renata Portela RINALDI

Resumo


O presente texto deriva das reflexões que emergiram de uma pesquisa mais ampla intitulada “Formação de professores e estágio curricular supervisionado: oportunidade de diálogo e parceria entre a universidade e a escola pública”, desenvolvida pela pesquisadora, no interior do Grupo de Pesquisa Formação de Professores e Práticas de Ensino na Educação Básica e Superior (GP-FPPEEBS) da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, na Faculdade de Ciências e Tecnologia, câmpus de Presidente Prudente (UNESP/FCT). Intenciona desenvolver uma reflexão acerca do papel da escola e do profissional da educação como agente transformador, bem como analisar a importância dos processos de desenvolvimento profissional como potencializadores de uma educação de qualidade. Por meio da análise da Resolução do Conselho Nacional de Educação nº 2/2015 buscar-se-á tencionar a necessária articulação entre ensino superior e educação básica, numa tentativa de não dissociar da formação teórica os elementos da prática. Caberá, ainda, pensar sobre a formação de professores, como campo de estudos e área de investigação importante para o desenvolvimento da profissionalização e da profissionalidade docente, e os vários entendimentos que são construídos no que tange a esse processo a fim de que se possam descortinar alternativas cada vez mais coerentes para que as demandas da escola pública atualmente sejam atendidas essencialmente em seu caráter qualitativo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.