A DANÇA NA EDUCAÇÃO

Maristela SANCHEZ LOUREIRO, Gabriela SALVADOR

Resumo


Desde 1997, a dança passou a fazer parte dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) passando assim a ter notório reconhecimento em âmbito nacional. Porém, percebemos que no ambiente escolar essa arte é utilizada somente em datas comemorativas. A dança e os estudos sobre o movimento na pós-modernidade trouxeram possibilidades de que as práticas de dança em sala de aula se tornassem processos educativos, uma dança para todos, capaz de explorar de forma consciente o movimento n o espaço e de trabalhar a personalidade do aluno. Faremos um breve histórico da dança moderna e uma reflexão sobre a importância da dança como prática fundamental na educação, aprimorando a formação integral da criança em processo de educação formal. Isabel Marques (2007) afirma que o ensino da dança na escola vai além de reproduzir ou coreografar, é necessário assumir uma postura crítica em relação ao ensino da dança, perpassando por conteúdos amplos e complexos. Ainda existem ideias preconceituosas em relação a dança, que estão presentes nas atitudes e comportamentos da nossa sociedade o que dificulta o seu ensino dentro da escola. Percebendo que ainda vivemos uma dicotomia de corpo e alma, intelecto e movimento no ambiente escolar e na sociedade em geral, sendo geralmente o corpo e o movimento desprezados, a dança é vulgarmente relegada ao segundo plano. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.