A FORMAÇÃO CONTINUADA PELA VIA DA UNIVERSITARIZAÇÃO DOCENTE

Luciana Cristina PORFÍRIO

Resumo


O objetivo do texto é demonstrar como o discurso em torno da formação continuada pela via da universitarização docente tem se constituído como um eficiente mecanismo para legitimar as reformas educacionais engendradas a partir da década de 1990. A exigência legal de formação em nível superior e a retórica política das novas funções perante os desafios da globalização fizeram emergir um quadro discursivo, de natureza científica que associado a outros conhecimentos reconfiguram o estatuto profissional do professor. Uma espécie de movimento de renovação da formação e da própria profissão que passa necessariamente pelos caminhos da universidade. Por meio da abordagem teórico-metodológica dos estudos comparados e da releitura de um conjunto de autores nacionais e internacionais, deu-se maior importância aos estudos empíricos que analisam a apropriação política do discurso científico para lhe conferir legitimidade. Nessa composição se destacam algumas prescrições em torno do profissional reflexivo com ênfase nos saberes da prática e nas ideias elaboradas por um conjunto de autores e textos de circulação nacional e internacional. A associação entre a formação e a melhoria do desempenho, da carreira e da qualidade dos sistemas educativos, no entanto, não são acompanhadas de políticas de valorização salariais, plano de carreira e condições objetivas de trabalho.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.