DOCÊNCIA TECNOLÓGICA: FORMAÇÃO, DESAFIOS E POSSIBILIDADES

Fabiano da Silva ARAUJO

Resumo


Este trabalho foi resultado da disciplina Dimensões da Ciência e Tecnologia no contexto escolar, do Curso de Pós-Graduação em docência para a Educação Profissional, Científica e Tecnológica, do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, Câmpus de Três Lagoas. A partir das considerações de Coscarelli (2016); Dudeney, Hockly e Pegrum (2016); Prensky (2010); Palfrey e Gasser (2011) Demo (2007) e Lévy (2000), nosso objetivo é abrir uma discussão em torno da formação continuada oferecida aos professores da Rede Estadual de Mato Grosso do Sul, no ano de 2016, com a temática de recuperação paralela, com o intuito de pensar nas diversas maneiras de incorporar o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) neste processo formativo dos docentes. A recuperação paralela evidencia que nas práticas educativas realizadas nas escolas ainda prevalecem os modelos educativos do século passado. O docente (imigrante digital) precisa estar preparado para a escola do presente repleta de nativos digitais. Buscamos indicar caminhos para que estes recursos diminuam a defasagem na aprendizagem, onde o cotidiano escolar possa ser o espaço da busca de informações, aprendendo a aprender, desenvolvendo estratégias autônomas e autorreguladoras para lidar com as informações presente no mundo digital. Neste contexto permitir que os profissionais possam utilizar ferramentas tecnológicas em suas aulas, compreendendo o impacto que essa docência pode causar na vida escolar dos sujeitos que dela participam.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.