FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE ARTE E O SABER SENSÍVEL NO ATENDIMENTO À CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA NO CONTEXTO DE SALA DE AULA COMUM

Alexandra FERREIRA, Gabriela Di Donato Salvador SANTINHO

Resumo


 Este trabalho apresenta uma pesquisa baseada nos estudos da disciplina obrigatória de Formação de professores da Educação Básica, do Mestrado Profissional em Educação  da UEMS – Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. A pesquisa apresenta aspectos da formação de professores de Arte que atuam com crianças com deficiência enviesada ao saber sensível, num contexto de sala de aula comum. Como base para as discussões teóricas e como instrumento de coleta de dados foram observadas a prática de sala de aula de duas professoras de Arte da Educação Infantil de uma escola Municipal de Ribas do Rio Pardo MS. E tem como referencial teórico, subsidiando as discussões sobre Educação Sensível  a obra de Francisco Duarte Junior, sobre Educação Especial as de Maria Tereza Égler Mantoan, Pierre Vayer e Charles Roncin, E. N. Carvalho, e Jimenez. As  legislações  pertinentes, neste caso, Declaração de Salamanca, a Conferência Mundial de Educação para Todos, a Constituição Federal de 1988, a Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional LDB 9394/96 as Resoluções  nº 01 e 02 do Conselho Nacional de Educação/Conselho de Educação Básica. Na perspectiva da formação de professores  e arte educação os autores utilizados foram, Bernadete A. Gatti, Ana Mae Barbosa, M.H. C. de Ferraz, M.F. de R. Fusari e Demerval Saviani.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.