O ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM HISTÓRIA: TRILHAS E TRILHOS PARA A FORMAÇÃO DOCENTE

Kelvin Franco dos SANTOS, Renata Rodrigues de ASSIS

Resumo


Um dos requisitos para formar-se licenciado em História na Universidade Federal da Grande Dourados é a realização de disciplinas nomeadas como Estágio Supervisionado em História. Com o objetivo de mostrar a importância do estágio para formação docente relatarei experiências vividas como estagiário em formação durante a realização da disciplina Estágio Supervisionado em História II, em uma escola pública da cidade de Dourados. O Estágio Supervisionado em seu caráter de regência é o momento em que o futuro professor entra em contato com o rico campo de estágio. Nesse momento, as teorias discutidas no decorrer da disciplina, os debates teóricos acerca da metodologia e didática não só são postos em prática como também materializados, ou em certos casos, pulverizados pelo controverso ambiente da sala de aula e alunos. Por isso, faremos uma exposição das leituras para a base teórica e como transcorreu as observações e regências. Essa experiência nos levou a entender que uma aula nada mais é do que um ato experimental único e, como aponta Pimenta (2006) é um acontecimento único, e embora seja apresentado o mesmo conteúdo, o desenrolar e o progresso de cada aula se dará de formas completamente distintas. O estagiário, futuro professor, em certos casos, tem seu primeiro contato com a sala de aula durante a realização do estágio sendo, portanto um estranho no ninho que se vê responsável por debater e lecionar conteúdos perante turmas em suas mais variadas formas de cor, gênero, classe social. Sendo assim, o estágio contribui para a construção da identidade docente do futuro professor e do aprimoramento constante de sua prática pedagógica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.