A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA REPRESENTADA EM MAQUETES

Fernando Santos MACIEL, Daniele Alves CRAVEIRO, Luciana Berbel RODRIGUES

Resumo


O objetivo do trabalho é relatar a experiência realizada na Escola Estadual Floriana Lopes, em Dourados (MS), junto com estudantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) do curso de licenciatura em História da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Sendo realizado nas turmas de 7º Ano (A e B) nos turnos matutino e vespertino, entre julho e novembro de 2016. O objetivo era representar as faces – política, econômica e social – e fases do Brasil Colônia em maquetes. O conteúdo foi apresentado em forma de aula-oficina, pois é um recurso que permite o aluno construir seu próprio conhecimento possibilitando maior interesse na disciplina. As aulas-oficinas buscavam diferentes formas para representar a História. Para Salete Souza “utilizar recursos didáticos no processo de ensino-aprendizagem é importante para que o aluno assimile o conteúdo trabalhado”, auxiliando a aprendizagem, tornando os conteúdos mais acessíveis ao educando. Em conjunto optou-se por confeccionar Maquetes, visto que ao “incentivar o aluno a produzir maquetes permite uma participação maior deste no processo de aprendizagem, além de dar oportunidade ao educador para perceber o contexto sociocultural em que os estudantes estão inseridos”. Silva e Muniz (2008, p. 67). As maquetes foram construídas conforme o subtema de cada grupo de alunos após as aulas expositivas. O uso do celular foi permitido, sob orientação. Foram produzidas representações de tumbeiros, quilombos, engenhos de açúcar e mapas sobre as capitanias hereditárias. Os trabalhos foram expostos para outras turmas, posteriormente na Feira de Conhecimento evento anual na Escola. A maquete mostrou-se um recurso pedagógico pelo seu caráter lúdico, onde o construir ou representar elementos históricos contribui para a autonomia e conhecimento do aluno. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.