POLÍTICAS EDUCACIONAIS PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: um olhar a partir da Pedagogia Franciscana e da Laudato Si

Autores

  • Mateus Venâncio Lopes Souza Universidade Católica Dom Bosco
  • Paulo Eduardo Silva Galvão Universidade Católica Dom Bosco

Resumo

O presente artigo tem por finalidade apresentar a análise da política educacional para a educação ambiental como aparato legal para uma educação ambiental. Para o cumprimento do objetivo do texto será aplicada a análise documental apontando o processo histórico de construção das políticas em questão. Para o diálogo com a Política Nacional de Educação Ambiental é apresentado a Pedagogia Franciscana tendo os elementos que caracterizam a identidade do Franciscanismo, dentre eles, a justiça, a bondade, a misericórdia, a fraternidade, a minoridade, a gratuidade, a ternura, a alegria, a acolhida, a humildade, a pobreza, o respeito diante de todas as criaturas humanas e não humanas, elementos esses que tonalizam a ética cristã e a pedagogia franciscana. Outro ponto de discussão é a encíclica papal Laudato Si, que apresenta à humanidade o contexto da casa comum, muito além das questões filosóficas e teológicas está a questão ambiental, de ecologia, e humanitária. No âmbito da proposta em discussão conclui-se que a encíclica contempla por meio das discussões que não se encerram somente no âmbito religioso, mas que ultrapassam as diversas dimensões sociais e culturais as diversas e variadas formas de cuidar da casa comum, do meio ambiente, do ecossistema, do homem e do outro.

Downloads

Publicado

11/07/2021

Como Citar

Souza, M. V. L., & Galvão, P. E. S. (2021). POLÍTICAS EDUCACIONAIS PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: um olhar a partir da Pedagogia Franciscana e da Laudato Si. ANAIS DO SEMINÁRIO FORMAÇÃO DOCENTE: INTERSECÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E ESCOLA, 4(4), p. 1–12. Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/seminarioformacaodocente/article/view/7515