MUSEOLOGIA COMUNITÁRIA À LUZ DO PENSAMENTO DE PAULO FREIRE: um estudo exploratório sobre o projeto CONSIGO de educação patrimonial interdisciplinar do Ecomuseu de Maranguape, Ceará, Brasil.

Autores

  • Nádia Helena Oliveira Almeida Programa Doutoral em Ciências da Educação da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Instituto Paulo Freire Portugal (IPF). Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus Comunitários. Ecomuseu de Maranguape

Resumo

O Projeto “CONSIGO” vencedor do 11º Prêmio Ibermuseus de Educação em 2021 é uma iniciativa local para uma política pública em educação patrimonial no município de Maranguape, Ceará, Brasil. Coordenado pelo Ecomuseu de Maranguape e realizado de modo remoto, o projeto é pioneiro no lançamento de uma aplicação (APP) em museologia comunitária para a salvaguarda comunitária do património cultural. Desta forma, o estudo exploratório no artigo em causa pretendeu dar a conhecer e analisar sob o paradigma da ação-reflexão-ação (Paulo Freire), as atividades e os resultados do projeto. Para tanto, a metodologia valeu-se de elementos da etnografia digital para a escolha dos instrumentais de recolha de dados com estudantes e professores de 25 escolas públicas que permitiu identificar evidências sobre os contributos do projeto para uma educação patrimonial interdisciplinar, popular e popularizada no município de Maranguape.

Biografia do Autor

Nádia Helena Oliveira Almeida, Programa Doutoral em Ciências da Educação da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Instituto Paulo Freire Portugal (IPF). Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus Comunitários. Ecomuseu de Maranguape

Museóloga pela Universidade do Porto. Com Bacharelado e Licenciatura plena em Geografia pelo departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará. Especialização em Democracia Participativa, República e Movimentos Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais. Especialização em Educação e Permacultura pela Universidade Estadual do Ceará. Aperfeiçoamento em Educação Básica/Ênfase em Educação Infantil pelo Instituto de Estudos Avançados das América/UNESCO E OEA. Mestre em Museologia - Universidade do Porto. Portugal. Com estágio realizado pelo Programa Erasmus Internacional, na Rede de Ecomuseus do Piemonte, Itália. Nomeadamente no Ecomuseo della Pastoriza (Pontebernardo/Cuneo), Ecomuseo Colombano Romean (Salbertrand) e Ecomuseo del Freidano (Settimo Torinese). Integra desde 1995 a diretoria executiva da ONG - Fundação do Trabalho Educacional com Recursos Renováveis e Arte. Coordenadora do Ecomuseu de Maranguape e do projeto Rede Juntos pela Educação Integral - Museu, Criatividade e Educação. Maranguape, Ceará. Coordenadora da Rede de Permacultura e Tecnologias Sociais de Maranguape. Integra a diretoria nacional da ABREMC (Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus Comunitários).

Downloads

Publicado

11/07/2021

Como Citar

Almeida, N. H. O. (2021). MUSEOLOGIA COMUNITÁRIA À LUZ DO PENSAMENTO DE PAULO FREIRE: um estudo exploratório sobre o projeto CONSIGO de educação patrimonial interdisciplinar do Ecomuseu de Maranguape, Ceará, Brasil. ANAIS DO SEMINÁRIO FORMAÇÃO DOCENTE: INTERSECÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E ESCOLA, 4(4), p. 1–13. Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/seminarioformacaodocente/article/view/7466