EDUCAÇÃO DE JOVENS, ADULTOS E IDOSOS (EJAI) E A EDUCAÇÃO POPULAR: diálogos possíveis

Autores

  • Roberta Avila Pereira Universidade Federal do Norte do Tocantins/UFNT
  • Lisiane Claro Universidade Federal do Norte do Tocantins/UFNT

Resumo

A escrita que se pretende neste texto refere-se a reflexões sobre o campo da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI) em diálogo junto a concepção de Educação Popular. Neste rumo, buscamos apresentar a EJAI, compreendendo-a enquanto espaço de abertura à uma concepção educativa crítica e dialógica. Consideramos neste estudo as contribuições de diversos autores (ARROYO, 2016; FREIRE, 1987; 1991; 2002) os quais apontam a EJAI como potencialidade de constituir-se em um espaço de Educação Popular, na medida em que reconhecem os princípios epistemológicos, políticos, éticos e estéticos da Educação Popular para a Educação de Jovens e Adultos e Idosos. como forma de organização deste ensaio, apresentamos no primeiro momento a trajetória da Educação de Jovens e Adultos no Brasil, bem como os princípios e concepções do campo. Na sequência, nosso diálogo se estabelece com a contribuição da Educação Popular, enquanto uma concepção educativa que preconiza outras formas de construir relações educativas no horizonte da emancipação humana. Consideramos que a concepção de Educação Popular contribui para o alargamento do horizonte da EJAI, rumo a uma educação integral do ser humano.

Downloads

Publicado

11/07/2021

Como Citar

Pereira, R. A., & Claro, L. (2021). EDUCAÇÃO DE JOVENS, ADULTOS E IDOSOS (EJAI) E A EDUCAÇÃO POPULAR: diálogos possíveis. ANAIS DO SEMINÁRIO FORMAÇÃO DOCENTE: INTERSECÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E ESCOLA, 4(4), p. 1–12. Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/seminarioformacaodocente/article/view/7449