VOZES DE UM MOSAICO: O BULLYING EM EXTRAORDINÁRIO

Paulo Henrique PRESSOTTO, Marilise Leite Vitorino dos SANTOS

Resumo


RESUMO

Este artigo teve como objetivo analisar o livro Extraordinário (2017), da escritora R.J.Palacio, focando o tema bullying e a alteridade entre os personagens e a estrutura singular do texto. O estudo se baseia em conceitos teóricos de CANDIDO (2000), BACHELARD (2003), COMPAGNON (2006), SAMOAULT (2008), entre outros. Ele apresenta duas partes; a primeira compreende os aspectos intertextuais presentes na narrativa, e a segunda destaca e analisa algumas passagens da narrativa que revelam o bullying, além das vozes dos personagens que ocupam o posto de narradores. Os resultados alcançados permitem afirmar que: a) a intertextualidade é um aspecto formal que amplia os horizontes de sentidos sobre o enredo; b) o tema bullying é tratado sob vários pontos de vista dos personagens, estabelecendo assim um conhecimento mais amplo sobre o tema; c) o livro é fonte de informações sobre o tema bullying e por isso pode ser trabalhado na escola, pois auxiliará o professor na abordagem e argumentação do tema referido.

 

PALAVRAS-CHAVE: Extraordinário. Intertextualidade. Bullying. Personagem-narrador.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.