PRÁTICA PEDAGÓGICA NO CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL PÚBLICO DE DOURADOS NO MATO GROSSO DO SUL

Gislaine da Silva CLAUS

Resumo


RESUMO:

Esse relato apresenta vivências e experiências das crianças, ocorrida em um Centro de Educação Infantil público de Dourados MS, com crianças da pré-escola, cujo objetivo, era que as crianças tivessem um olhar de curiosidade sobre o local onde permanecem muitas de suas tardes, e desse modo, alargassem a percepção para tudo que está ao seu entorno, sendo capazes de explorar o ambiente, com atitude de curiosidade e numa posição ativa. Essa atividade foi desencadeada para atender ao planejamento de atividades do Projeto Identidade, observando a necessidade do atendimento na educação infantil ir além das paredes da sala de aula. Pautada nas Diretrizes curriculares nacional para a educação infantil (BRASIL, 2008, pág.20), na seção organização de espaços tempo, materiais, que se desenvolveu a proposta pedagógica para que houvesse deslocamentos e os movimentos amplos das crianças nos espaços internos e externos às salas de referência das turmas e à instituição; para isto as crianças foram convidadas para um passeio de observação dentro do CEIM, proporcionando a exploração. Assim, as crianças conheceram o meio em que estão inseridas e a qual fazem parte dele, não sendo então para as crianças um lugar enigmático, onde só conhecem o portão do CEIM o corredor e a sala aula. Mas crianças foram além, no meio do caminho se encantaram pelo pé de mamoeiro, visto que o planejamento necessita ser flexível, foi abordado para bagagem de experiência e vivência na educação infantil das crianças, mesmo não estando previsto, mas se destacou tanto  o mamoeiro que se tornou algo viável para o aprendizado a partir de um pé de fruta, onde as crianças pequenas puderam ampliaram seus conceitos de folhas, frutos sementes e caules, além da degustação da fruta, mas também de uma deliciosa salada de frutas, outras formas que se pode encontrar a fruta. Ao final da experiência foi fascinante, o fato em que a criança que já tinha se negado antecipadamente em comer a fruta, queria ser o primeira a se deliciar, pela curiosidade de também poder experimentar, e a partir daquele momento dizer que iria pedir para mãe comprar mamão sempre. Como também as crianças interessarem-se tanto pelas sementes, questionando como cultivaria como fariam para cuidar delas, para que crescesse e desenvolvesse, para chegar a obter um pé de mamoeiro tão grande, cheios de mamão, todos queriam imediatamente ir plantar mamão.

PALAVRAS-CHAVE: Práticas educadoras. Educação infantil. Vivências experiências.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.