MÉTODOS DE TRADUÇÃO E SUAS ANÁLISES AUXILIANDO O DOCENTE DA DISCIPLINA "ESTUDOS DE TRADUÇÃO"

Rudy KOHWER

Resumo


RESUMO: Do casal de idiomas “português do Brasil-Francês”, o poliglota formado em tradução pode garantir a transposição, da língua de partida para a de chegada, de um texto, por conseguinte, a recepção de um conteúdo escrito. Dentro os três tipos de traduções (JAKOBSON, apud OUSTINOFF, 2011, p. 23, grifo nosso), a tradução de um texto científico e literário são os dois objetos de estudo desta pesquisa. Dois exemplos autênticos possibilitam o exame de ambos os objetos: 1) a primeira parte deste trabalho apresenta teoricamente e metodologicamente a tradução científica de três segmentos lexicais (audiência, para e entrega) retirados de numa correspondência administrativa do direito jurídico brasileiro e; 2) pelo mesmo apoio científico, na segunda parte, observa-se a descrição e a argumentação de uma análise estilística antecedente da atividade de tradução, a qual será realizada pelo meio de três segmentos lexicais (momie, dans les profondeurs e pendant ce temps-là). Estes segmentos foram retirados do trecho extraído da obra literária francesa “Voyage au bout de la nuit” e, a tradução deles foi retirada da obra traduzida “Viagem ao fim da noite”. Em suma, este quadro metodológico descobrirá a possibilidade de interpretar as interferências que produzem as partículas estilísticas no processo de criação do sujeito-tradutor brasileiro e francês. Por fim, minha convicção de desejar iniciar a pesquisa com um objeto que não é dela, se funda na finalidade de analisar que, talvez, estas técnicas de tradução são convergentes entre si, isto é, vão até o mesmo objetivo. E, as teorias gravitando em torno destes exames justificarão essa orientação e serão apresentadas introduzindo ambas as partes metodológicas citadas acima.

 

PALAVRAS-CHAVE: Tradução. Literatura. Docente. Formador. Linguística.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.