BITUCAS DE CIGARRO: RISCOS AMBIENTAIS E ALTERNATIVA DE COLETA

Thiago Oliveira Barbosa, César Yuji Fujihara

Resumo


Além de ser extremamente nociva à saúde, a ponta do cigarro (bituca) é considerada um potente agente poluente domiciliar, causando incontáveis transtornos ao ambiente, pois sua composição química é carregada de uma série de componentes extremamente lesivos, como os gases; metais tóxicos e substâncias cancerígenas. O município de Coxim Mato Grosso do Sul, possui corpos d’água próximos ao perímetro urbano municipal e relevante abundância de recursos hídricos que contribuem com a estabilidade do Pantanal. Diante disso o objetivo do trabalho foi elencar os riscos ambientais provenientes do descarte incorreto de bitucas além de instalar coletores para o descarte adequado por parte dos fumantes. A metodologia dividiu-se em duas, a primeira um levantamento bibliográfico acerca dos riscos ambientais acarretados pela bituca e a segunda, confecção de coletores de bitucas de cano PVC 150mm e 40 cm de altura. Foram selecionados 3 pontos potencialmente geradores das bitucas de cigarro, o ponto 1 uma Pizzaria; ponto 2: Tabacaria, e o ponto 3 uma Conveniência de bebidas, instalou-se os coletores nos mesmos para descarte das bitucas, os mesmos ficaram aproximadamente 2 meses em cada empreendimento e as bitucas foram recolhidas a cada 2 semanas. Ao serem descartados de maneira indevida, as bitucas podem causar intoxicação de animais, infiltração e poluição do solo, contaminação de corpos d’água superficiais e subterrâneas, danos à fauna e flora, destruição de ecossistemas; desconforto visual; risco de queimadas em épocas de seca e prejuízos econômicos. No Ponto 1 coletou-se uma média de 38 bitucas a cada duas semanas, no Ponto 2 uma média de 65 e no Ponto 3, média de 59. A principal constatação feita após a instalação dos coletores fora a adaptação dos fumantes com o sistema, visto que nos pontos anteriormente foram feitos pré-testes que indicavam presença de bitucas no chão e posteriormente à instalação dos coletores, não se observou mais este hábito. Conclui-se que é necessário haver conscientização desta parcela da sociedade em relação aos riscos ambientes causados pelo descarte incorreto, bem como políticas públicas voltadas ao descarte e destinação correta do resíduo gerado pelo cigarro.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.