O realismo maravilhoso em Noites no circo, de Angela Carter

Autores

  • Matheus Carlesso da Silva Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
  • Altamir Botoso Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Palavras-chave:

Literatura Inglesa, Realismo Maravilhoso, Angela Carter, Romance.

Resumo

Tendo se destacado na segunda metade do século XX, a vertente do realismo maravilhoso pode ser entendida como um evento ocorrido fora da ordem do ordinário e também do natural, porém esses eventos mantêm como pano de fundo uma realidade comum, pois nas narrativas realistas maravilhosas o real e o insólito convivem de maneira mútua. Cria-se dentro do realismo maravilhoso um mundo de possibilidades, no qual as histórias que ouvíamos quando crianças sobre animais falantes, gigantes etc., não criam nenhum questionamento ou estranhamento, tudo é totalmente cabível no contexto da narrativa. Tendo isso em mente, o presente estudo propõe-se a analisar o romance Noites no circo, que está entre os maiores destaques da escritora inglesa Angela Carter, autora essa cuja obra apresenta um perfil com fortes traços feministas, pós-modernos e que emprega o realismo maravilhoso em seus trabalhos. Publicado originalmente em março de 1984, o livro nos apresenta a personagem Sophie, mais conhecida como Fevvers, uma grande trapezista que ganha sua vida fazendo apresentações no circo do Coronel Kearney, entretanto, Fevvers é uma artista com um traço único, a sedutora moça tem asas. Partindo do maravilhoso e encantador mundo circense que ambienta o romance, nosso estudo tem o propósito de identificar e analisar as manifestações do realismo maravilhoso, criando uma conexão entre teoria literária e obra, fundamentando-se nos principais estudiosos do maravilhoso ‒ Carpentier (1987), Chiampi (2012), Todorov (2003). Com isso, foi possível identificar diversos exemplos no romance que comprovam que o livro de Carter enquadra-se na categoria do realismo maravilhoso, por apresentar personagens com habilidades extraordinárias, animais que possuem atributos humanos e vice-versa, enfim, elementos que recorrentemente são empregados nas ficções catalogadas como realistas maravilhosas. Vale ressaltar que esse não é o único traço da obra de Carter, pois a autora aborda questões sociais como o feminismo, a violência, entre outros. Porém, temos um foco especialmente dirigido para a vertente anteriormente mencionada e concluímos que é perfeitamente pertinente classificar Noites no circo como uma obra que se filia à vertente do realismo maravilhoso, conforme corroboram os estudos teóricos e diversas passagens do romance.

Biografia do Autor

Matheus Carlesso da Silva, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Graduado em Letras – Português/Inglês pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Altamir Botoso, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Doutor em Letras pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Professor Adjunto da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Referências

AL-JIBORY, Zainab Adbullah. Magic Realism in Angela Carter’s novel “Nights at the circus”. Tikrit University. College of Education English Department, p. 1-21. Disponível em: <https://www.iasj.net/iasj?func=fulltext&aId=73237>. Acesso em: 04 set. 2019.

BESSIÈRE, Irène. O relato fantástico: forma mista do caso e da adivinha. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/fronteiraz/article/view/12991> Acesso em: 15 de jun. de 2019.

CARPENTIER, Alejo. A literatura do maravilhoso. Tradução de Rubia Prates Goldoni e Sérgio Molina. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais; Edições Vértice, 1987.

CARTER, Angela. Noites no circo. Tradução de Claudia Martinelli Gama. Rio de Janeiro: Rocco, 1991.

CHIAMPI, Irlemar. O realismo maravilhoso: forma e ideologia no romance hispano-americano. São Paulo: Perspectiva, 2012.

"Cockney": as gírias em inglês que rimam - EF English Live.

https://englishlive.ef.com › blog › cockney-as-girias-em-ingles-que-rimam. Acesso em: 04 set. 2019.

FIGUEIRA, Lauro Roberto do Carmo. Realismo mágico ou realismo maravilhoso. MOARA, Belém – Pará. v. 14, p. 21-33, 2000.

MARINHO, Carolina. Poéticas do maravilhoso no cinema e na literatura. Belo Horizonte: PUC Minas Autêntica, 2009.

HOUAISS, Antônio. VILLAR, Mauro de Salles. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

GAMA-KHALIL, Marisa Martins. Real Maravilhoso e realismo mágico: discussões conceituais. IN: BORGES, Liliân Alves; GAMA-KHALIL, Marisa Martins (org.). No território da Mirabilia: Estudos sobre o maravilhoso na ficção. Rio de Janeiro: Bonecker, 2018, p. 18-29.

ROAS, David. A ameaça do fantástico. Tradução de Julian Fuks. 1. ed. São Paulo: Unesp, 2014.

TODOROV, Tzvetan. Introdução à literatura fantástica. Tradução de Maria Clara Correa Castello. São Paulo: Perspectiva, 2008.

YATSU, Renata Kuhn. O vôo da trapezista alada: uma leitura da trajetória de Fevvers em Noites no circo de Angela Carter. 136f. Tese (Mestrado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Assis-SP, 2010.

Downloads

Publicado

12/05/2020

Como Citar

da Silva, M. C., & Botoso, A. (2020). O realismo maravilhoso em Noites no circo, de Angela Carter. ANAIS DO CONGRESSO DE PESQUISAS EM LINGUÍSTICA E LITERATURA, 1(1), 292–307. Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/CPLL/article/view/6964