UTILIZAÇÃO DE PEIXES EM AQUÁRIO COMO TERAPIA EM DEFICIENTES INTELECTUAIS

Fayane Espírito Santo, Leonardo Augusto da Silva, Gleice de Souza Calves, Beatriz Pacheco Nogueira Oliveira, Ueslei de Paula Franquilim da Silva, Cristiane Meldau de Campos

Resumo


O aquarismo é um hobby mundial, que utiliza espécies de peixes coloridas e com comportamentos chamativos, entretanto, exige conhecimento de técnicas de criação e reprodução dos peixes, além de profissionais especializados na área, como por exemplo, os zootecnistas, que auxiliam na aclimatação, adaptação e manejo destes ao ambiente onde serão inseridos. A manutenção de um aquário proporciona ao cuidador momentos de calma, tranquilidade e de meditação, por ser uma atividade de contemplação. Com este trabalho, o objetivo foi montar um aquário para estimular os sentidos de responsabilidade e autoconfiança de crianças com deficiência intelectual, para obtenção de melhor rendimento escolar. A atividade foi realizada na Associação Pestalozzi, em Aquidauana, MS, a qual atende alunos com diversos tipos de deficiências, incluindo a deficiência intelectual, e proporcionam acompanhamento psicológico aos mesmos. As atividades extraclasses são realizadas com intuito de estimular senso de responsabilidade nos mesmos e melhorar a interação entre os alunos e a sociedade. Foram realizadas visitas semanais da equipe técnica à escola, para montagem dos aquários com peixes ornamentais de água doce, e, à medida que o trabalho foi sendo desenvolvido, tornaram-se mais espaçadas. A definição do grupo de alunos que seria responsável pelo cuidado com o aquário na ausência da equipe técnica foi efetuada pela própria coordenadora e professores da Associação. Posteriormente, foi decidido pela instalação do aquário no refeitório e ministrada palestra para os alunos escolhidos, professora e ao orientador dos mesmos a respeito de peixes, focando em cuidados com a alimentação, qualidade da água, bem-estar animal, entre outros. Assim que os alunos conseguiram sanar suas dúvidas, teve início a instalação do aquário. As visitas subsequentes foram exercidas para monitoramento do aquário, avaliação dos peixes, conversa com professores/orientadores da escola e ajustes necessários para o bom andamento do projeto, como por exemplo, a substituição de alguns exemplares e mudança da espécie de peixe adotada para o trabalho. No decorrer do processo da implantação do aquário notou-se grande interesse dos alunos e professores pelo projeto. Os alunos responsáveis pelo aquário buscaram empenhar-se nas tarefas propostas pela professora em aula, para que desta forma pudessem observar e alimentar os peixes diariamente. A piscicultura é um ramo amplo, onde podem ser alcançados diversos públicos, até mesmo ideias de interesses sociais, como neste caso, onde usamos o aquarismo como forma de auxiliar alunos com deficiência a se sentirem responsável pelo cuidado e alimentação dos peixes.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.