UMA ANÁLISE DO POEMA EU ETIQUETA, DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, DA PERSPECTIVA DO CONSUMO CONTEMPORÂNEO

Ana Carla Fiirst dos Santos Porto, Elaine Cristina Paganotti Rezende, Maria Augusta de Castilho

Resumo


O objetivo do presente artigo foi analisar o poema ‘Eu Etiqueta’, de Carlos Drummond de Andrade, e a reportagem ‘A força dos influenciadores digitais’, de Roberta Moraes, acerca da perspectiva do consumo contemporâneo sob a ótica da análise crítica do discurso. Foram escolhidos dois textos, sendo um poema de 1984 e um texto jornalístico de 2016. A pesquisa é bibliográfica e quanto ao tipo é exploratória, no que se refere a abordagem é qualitativa. O método de estudo é o analítico com enfoque na Análise Crítica do Discurso – ACD, a luz do teórico Van Dijk (2013). Utilizou-se categorias de análise dos tópicos discursivos: significados implícitos, representações discursivas sociais e estratégias discursivas ideológicas. Os resultados apontaram que o poema modernista de Drummond evidenciava a ideia da cultura do consumo, o hiperconsumo, que faz com que as pessoas percam sua identidade, influenciadas pela publicidade e na atualidade também influenciadas pela era digital e formadores de opinião, os chamados digital influencer.

 

Palavras Chave: Consumo contemporâneo. Análise crítica do discurso. Eu Etiqueta. Influenciadores digitais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.