UM DIÁLOGO ENTRE A LUDICIDADE E O EDUCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Alessandra Muzzi, Tabitha Molina

Resumo


A temática abordada objetiva analisar o diálogo entre o brincar e o educar na Educação Infantil. Para tal, opta por uma análise documental de obras relacionadas ao assunto, como livros, monografias, artigos, dissertações e no Referêncial Curricular Nacional para a Educação Infantil, também embasou-se na discussão de teóricos como: Kishimoto (2007), Montessori (1997), Luckesi, (2002) dentre outros. Cujo escopo averigua os pressupostos que os educadores atribuem sobre infância, Educação Infantil e reflexões acerca  da ludicidade (jogos, brinquedos, brincadeiras) para uma aprendizagem efetiva. Além disso, foram analisados os balisadores que norteiam a Educação Infantil como a Constituição Federal (CF), o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Lei de Diretrizes Bases (LDB) e o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, que asseguram o respeito à dignidade e aos direitos das crianças. Nesse sentido, evidenciou-se que a ludicidade aliada o educar promove o desenvolvimento das crianças, o processo de socialização, construção do conhecimento, descoberta do mundo e uma aprendizagem significativa dentro dos aspectos primordiais sendo eles: físico, motor, afetivo, social e cognitivo.

  

Palavras-chave: Infância. Educação Infantil. Ludicidade. Brincar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.