TRABALHO E FORMAÇÃO: OS DESAFIOS PARA A PROFISSIONALIZAÇÃO, OS SABERES E A PRÁTICA DOS PROFESSORES.

Autores

  • Rosilene Moreira SOUZA UCDB

Resumo

Este artigo discute o trabalho docente na perspectiva de um panorama educacional repleto de incertezas que afetam a autonomia docente, exigem a aquisição de novos saberes e a adoção de práticas de ensino transformadoras. Ao discutir o trabalho docente, alguns aspectos educacionais de fundamental importância podem ser destacados, dentre eles a mobilização dos saberes para a atuação docente, o ato de ensinar, a prática pedagógica, a formação e a profissionalização docente. A articulação entre todos esses componentes influência diretamente no ser e estar na profissão docente. A mudança de paradigma da transmissão de conhecimentos para a construção de uma pedagogia mais ativa e significativa exige do profissional da educação uma nova forma de atuação em sala de aula, que perpassa pela transformação na forma de ensinar. Nesse novo contexto exige-se dos docentes que adquiram novos saberes, que saibam identificar o contexto social e cultural em que estão inseridos, e, sobretudo, que inovem nas situações de ensino e aprendizagem. Isso impacta diretamente na formação docente, na educação e preparação para a profissão de um ser humano, que vai desenvolver a tarefa de educar outros indivíduos, que irá ensinar e aprender em novos contextos educacionais modificando fundamentalmente a sua prática profissional docente.

 

Palavras-chave: profissionalização, saberes e prática docente.

Downloads

Publicado

05/06/2018

Como Citar

SOUZA, R. M. (2018). TRABALHO E FORMAÇÃO: OS DESAFIOS PARA A PROFISSIONALIZAÇÃO, OS SABERES E A PRÁTICA DOS PROFESSORES. JORNADA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E LINGUAGEM/ENCONTRO DO PROFEDUC E PROFLETRAS/JORNADA DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO DO SUL, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/jornadaeducacao/article/view/4981