INFÂNCIA NO PROCESSO HISTÓRICO DO MUNDO MODERNO

Carliani Portela do CARMO, Geverson CAVALCANTE, Dayane do Carmo Campos MOTHÉ

Resumo


Este trabalho tem por finalidade tratar de alguns aspectos que nos dão ideias da infância, num processo histórico com critérios definidos por relações sociais que permeiam toda a realidade dirigida aos indivíduos por meio do trabalho e por meio da apropriação que o trabalho traz. Pautamos em autores como Comenius, Pestalozzi, Vygotsky (2003), Airiès e outros interlocutores. Para tratar da infância na perspectiva atual, vale compreender diversas maneiras de conceber a infância, em suas representações institucionais e até mesmo em concepções baseadas no capital, ou seja, no mercado de trabalho. O que faz as com que as crianças se institucionalizarem cada vez mais cedo, em espaços que “são pensados para as crianças”. Este trabalho foi uma revisão bibliográfica na expectativa de compor elementos que remontam o conceito de infância, o que se encontram são apontamentos que redigem representações pautadas ainda nos interesses e percepções dos adultos, para o mundo do mercado.

 

Palavras-chave: Infância. Processo Histórico. Institucionalização


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.