FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO INFANTIL, EM UM MUNICÍPIO DE MATO GROSSO DO SUL: AVALIAÇÃO DE PROFESSORES SOBRE UM CURSO EM ANDAMENTO

Fernanda Câmara Cardoso, Josué Cristiano Cuellar da Silva

Resumo


A educação infantil durante seu processo histórico foi concebida em um modelo assistencialista, segregador e higienista/biológico. Em termos de educação, o direito da criança só foi reconhecido e instituído na Constituição de 1988. Todavia, estudos apontam que a educação infantil caracterizou-se também na base do discurso ideológico capitalista. Esse estudo pretende compreender a formação de professores de educação infantil na rede municipal de Ladário, Mato Grosso do Sul, com o objetivo de propor por meio de análise de fichas de avaliação de três professoras que atuam nas creches municipais da rede, inscritas em Curso de Educação Infantil (formação continuada) em andamento, que aceitaram participar da pesquisa, com iniciativa da Prefeitura Municipal de Ladário, um olhar e acompanhamento sobre os resultados da pesquisa e se a iniciativa tem agregado em sua formação, bem como as práticas pedagógicas, a competência dessas profissionais, as iniciativas de formação de professores, reconhecendo que a proposta de um curso não resolverá todos os problemas educacionais, entretanto, a necessidade de pensar e dar continuidade em educação de qualidade não só nas etapas iniciais, mas na educação como um todo.

 

Palavras-chave: Formação de Professores. Educação Infantil. Ficha de Avaliação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.