ADUBAÇÃO VERDE E NITROGENADA NA COMUNIDADE INFESTANTE NA CULTURA DO ALGODOEIRO

Autores

  • Rodolpho Freire Marques
  • Cristiane Gonçalves de Mendonça
  • Marcos Antônio Camacho da Silva

Resumo

A agricultura vem buscando aumentar a produtividade a cada dia que passa, utilizando de forma intensiva fertilizantes e defensivos agrícolas. Assim, surgiu o plantio direto, como uma idéia de utilizar de forma racional esses recursos disponíveis. O sistema de manejo do solo e da cultura pode ter influência sobre a comunidade infestante. Com base no exposto objetivou-se avaliar o efeito do sistema de cultivo na cultura do algodoeiro utilizando-se dois tipos de coberturas e de diferentes doses de adubação nitrogenada sobre a comunidade infestante. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas e os tratamentos dispostos em esquema fatorial 2x5, com cinco repetições, onde o primeiro nível refere-se às coberturas (mucuna e milheto) e o segundo nível refere-se as doses de nitrogênio em cobertura (0, 40, 80, 120 e 160 kg de N ha-1), totalizando 10 tratamentos. Foi determinado o número das espécies daninhas com o auxílio de um quadrado de 0,25 m2 de área, lançado aleatoriamente na parcela experimental. Não houve efeitos das coberturas sobre a comunidade infestante e foram observados efeitos de doses de nitrogênio para Cenchrus echinatus L. (CCHEC), Commelina benghalensis L. (COMBE) e Indigofera hirsuta L. (INDHI). Palavras-chave: plantas daninhas, algodão, nitrogênio, plantio direto, adubação verde.

Downloads

Publicado

14/10/2015

Como Citar

Freire Marques, R., de Mendonça, C. G., & Camacho da Silva, M. A. (2015). ADUBAÇÃO VERDE E NITROGENADA NA COMUNIDADE INFESTANTE NA CULTURA DO ALGODOEIRO. ANAIS DO ENIC, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/enic/article/view/987

Edição

Seção

CIÊNCIAS AGRÁRIAS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)