ESTÁGIO EM CIÊNCIAS NATURAIS: A REALIDADE FORA DA ACADEMIA

Autores

  • Alini Suzane de Oliveira
  • Mírian Xavier

Resumo

O ensino de Ciências Naturais é de extrema importância para a formação crítica do aluno, pois a relação dessa matéria com o dia a dia facilita a resolução de problemas, como também o questionamento sobre assuntos mais amplos e complexos tais como, como coleta de lixo, poluição, bullyng, drogas, doenças e outros assuntos abordados durante o ensino fundamental.

O artigo apresentado aborda as atividades desenvolvidas na disciplina de Estágio Curricular Supervisionado em Ciências I do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul. Seu objetivo é relatar as ações que foram realizadas na rede pública de ensino do município de Dourados-MS, no primeiro semestre de 2015, analisando de forma crítica os acontecimentos na sala de aula, assim como todo ambiente escolar. As ações realizadas concederam ao licenciando um conhecimento prévio da realidade educacional, além de oportunizar uma aproximação entre os alunos de 6º a 9º ano do ensino fundamental, favorecendo uma troca de informações entre os mesmos. Inicialmente, foi realizada uma etapa de observações físicas da escola, evidenciando que a mesma possui uma estrutura física bastante antiga. A escola apresenta biblioteca e sala de computação que raramente são usadas pelos professores e alunos. Por se tratar de uma escola de inclusão, apresenta uma grande quantidade de alunos provenientes da zona rural e tanto outros com algum tipo de deficiência de aprendizagem. A relação professor-aluno é bem distante, o professor utiliza basicamente aulas expositivas, tornando a mesma cansativa e dispersiva. Durante o período de participação, foram realizadas atividades de auxílio ao professor; demonstração de separações de misturas, onde os alunos puderam observar um filtro caseiro feito de garrafa pet; misturas simples como água e óleo e até processos de separação de metais como a imantização. Demonstração sobre a caracterização dos alimentos também foi realizada através de aplicação de iodo para verificar a presença de amido nos alimentos. Tais experiências despertaram nos alunos um interesse maior para aprender os conceitos em questão. Como acadêmica de licenciatura, percebo a importância do contato entre Universidade e Escola, pois somente através das experiências trocadas conseguimos construir uma identidade própria de professor. Nessa perceptiva, o estágio se caracteriza como uma porta de entrada para nosso futuro como educador, algo que fará parte do nosso dia a dia quando saímos da Universidade. A proposta foi de aproximar o acadêmico do cotidiano escolar, de forma que pudéssemos questionar e refletir, tendo com referência os conhecimentos teóricos aprendidos durante o curso de licenciatura em Ciências Biológicas.

Downloads

Publicado

15/03/2016

Como Citar

Oliveira, A. S. de, & Xavier, M. (2016). ESTÁGIO EM CIÊNCIAS NATURAIS: A REALIDADE FORA DA ACADEMIA. ANAIS DO EGRAD, 2(5). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/egrad/article/view/2882

Edição

Seção

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)