Multiletramentos em espaços digitais: um novo suporte de leitura

Marina Alessandra de Oliveira, Neide Araújo Castilho Teno

Resumo


Este estudo se refere a uma pesquisa já finalizada: Textos multimodais e interação virtual: proposta de inserção dos multiletramentos como prática de leitura no ensino de linguagens, desenvolvida em uma escola estadual do município de Nova Andradina e vinculada ao Programa de Mestrado em Letras, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), com o objetivo de análise da prática de leitura dos multiletramentos em espaços digitais e a representação dessa leitura na aprendizagem de linguagens. Buscou-se para compreensão do estudo as teorias que debatem acerca dos Multiletramentos (CANAGARAJAH, 2004; COPE; KALANTZIS, 2000; NEW LONDON GROUP, 2000; ROJO; MOURA, 2012; SOARES, 1998; STREET, 2012), a semiótica social (KLEIMAN, 1995; KRESS; LEEUWEN, 2006; SOUSA; MONTE MÓR, 2007), entre outros. Para este trabalho realizou se um recorte que visa discutir a agenciamento da leitura em materiais disponíveis em sítios eletrônicos. Assim, a finalidade deste estudo é compreender as possibilidades de leitura em espaços digitais considerando a multimodalidade-visual-imagética. A metodologia utilizada perpassa a sequência de atividades e o uso de novas tecnologias de informação e comunicação (TICs) nas práticas dos professores com a análise de textos digitais em sala de aula, além do reconhecimento do hibridismo, e de repertórios plurilíngues e multiculturais. A discussão vincula teorias da linguística aplicada para contextualizar o aprendizado do sujeito contemporâneo em seus processos de interação em universos repletos de hipertextos, multimodalidade nos quais as mídias digitais e as plataformas virtuais exercem um papel determinante para criação de novas agências ampliando as fronteiras herdadas pelas imposições da educação tradicional. Nesse sentido, procurou-se demonstrar na conclusão de que forma a cultura digital impulsiona a inserção das diversas formas de letramento indispensáveis para o conhecimento, proporcionando diferentes abordagens acerca dos conceitos de língua, linguagem e prática da leitura, bem como a reflexão sobre os multiletramentos em espaços digitais a partir da leitura realizada. A experiência realizada em sala de aula com o uso de textos multimodais trouxe resultados positivos para o ensino e a articulação de diferentes gêneros discursivos, provocados pelo hibridismo da linguagem e pelos multiletramentos.

Palavras-chave


Multiletramentos; Mídias digitais; Gêneros textuais.

Texto completo:

PDF

Referências


BARTON, David; LEE, Carmen. Linguagem online: textos e práticas digitais. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

CANAGARAJAH, S. Multilingual writers and the struggle for voice in academic discourse. In : PAVLENKO, A.; BLACKLEDGE, A. (ed.). Negotiation of identities in multilingual contexts. Clevedon, UK: Multilingual Matters, 2004. p. 266-289.

COPE, Bill; KALANTZIS, Mary. Multiliteracies: literacy learning and the design of social futures. London: Routledge, 2000.

COSCARELLI, Carla Viana; CANI, Josiane Brunetti. Textos multimodais como objetos de ensino: reflexões em propostas didáticas. In: KERSCH, Dorotea Frank; COSCARELLI, Carla Viana; CANI, Josiane Brunetti (org.). Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016. p. 15-48.

COSCARELLI, C. V.; KETSCH, D. F. Pedagogia dos multiletramentos: alunos conectados? novas escolas + novos professores. In: KERSCH, D. F.; COSCARELLI, C. V.; CANI, J. B. (org.). Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem. Campinas: Pontes Editores, 2016. p. 7-14.

DIONÍSIO, Angela Paiva; VASCONCELOS, Leila Janot. Multimodalidade, gênero textual e leitura. In: BUNZEN, Clecio; MENDONÇA, Márcia (org.). Múltiplas linguagens para o ensino médio. São Paulo: Parábola Editorial, 2013. p. 19-42.

FREITAS, Maria Tereza A. Leitura, escrita e literatura em tempos de internet. In: PAIVA, Aparecida; MARTINS, Aracy Alves; PAULINO, Graça; VERSIANE, Zélia (org.). Literatura e letramento: espaços, suportes e interfaces: o jogo do livro. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2003. v. 8, p. 155-173.

GERALDI, João Wanderley. Portos de passagem. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

KLEIMAN, Ângela. Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado da Letras, 1995.

KRESS, Gunther. Visual and verbal modes of representation in electronically mediated communication. In: SNYDER, Ilana. (Ed). Page to screen: talking literacy into electronic era. New York: Routledge, 1998. p. 53-79.

KRESS, Gunther; LEEUWEN, Theo Van. Reading images: the grammar of visual design. London: Routledge, 2006.

KRESS, Gunther; LEEUWEN, Theo Van. Multimodal discourse: the modes and media of contemporary communication. New York: Oxford University, 2001.

KRESS, Gunther; LEEUWEN, Theo Van. Reading images: the grammar of visual design. London: Routledge, 1996.

MONTE MÓR, Walkyria Crítica e letramentos críticos: reflexões preliminares. In: ROCHA, Claudia Hilsdorf; MACIEL, Ruberval Franco (org.). Língua estrangeira e formação cidadã: por entre discursos e práticas. 2. ed. São Paulo: Pontes, 2015. p. 31-50.

NEW LONDON GROUP. A pedagogy of multiliteracies: designing social futures. Harvard Educational Review, [S. l.], v. 66, n. 1, p. 60-92, 2000. Disponível em: http://vassarliteracy.pbworks.com/f/ Pedagogy+of+Multiliteracies_New+London+Group.pdf. Acesso em: 9 abr. 2019.

PINHEIRO, Petrilson Alan. Construção multimodal de sentidos em um vídeo institucional: (novos) multiletramentos para a escola. Veredas Atemática, [S. l.], v. 19, n. 2, 2015. Disponível em: http://www.ufjf.br/revistaveredas/files/2015/04/12-PINHEIRO.pdf. Acesso em: 4 abr. 2019.

ROJO, Roxane; BARBOSA, Jacqueline P. Hipermodalidade, multiletramentos e gêneros discursivos. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo. Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola, 2012.

SANTAELLA, Lucia Linguagens líquidas na era da mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SANTHINON, R. Concurso boca a boca da Oral-B. 2011. Disponível em: http://www.pdvnews.com.br/concurso-boca-a-boca-da-oral-https://goo.gl/images/m94KVa. Acesso em: 9 abr. 2019.

SILVA, Ivanda M. Educação a distância e práticas de letramento digital: desafios para a formação docente. In: SIMPÓSIO HIPERTEXTO E TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO, 4., 2013, Recife. Anais [...]. Recife, 2013.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

SOUZA, L. M. T.; MONTE MÓR, W. M. New challenges in language teaching. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRAPUI, 2007, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte, 2007. p. 23.

STREET, Brian Vincent. What’s new in new literacy studies? Critical approaches to literacy in theory and practice. Current Issues in Comparative Education, New York, v. 5, n. 2, p. 77-91, 2012.

TAKAKI, Nara Hiroko. Letramentos na sociedade digital: navegar é e não é preciso. Jundiaí: Paco Editorial, 2012.

TEIXEIRA, Denise Oliveira; MOURA, Eduardo. Chapeuzinho vermelho na cibercultura. In: ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo (org.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. p. 55-73.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Anais do Congresso de Pesquisas em Linguística e Literatura