A formação do discurso de sucesso da empresa Mary Kay

Mércia Cristina Cardoso de Oliveira Luz

Resumo


Este artigo aborda a influência do discurso midiático da empresa Mary Kay, bem como seus reflexos nas estruturas sociais da mulher que procura um lugar no mercado de trabalho, no qual ela concilie filhos, marido e o lar. Ao ler a teoria bakhtiniana é imprescindível se buscar o sentido de ideologia que compõe o discurso midiático. Tendo como base esse autor, buscamos de forma específica e objetiva analisar o discurso da diretora independente da empresa Mary Kay para verificar se os enunciados levam ao discurso do sucesso e de um trabalho flexível e com oportunidades infinitas. Assim, a análise do discurso verificou que os enunciados proferidos por essa diretora reproduzem os valores e os ideais buscados pela mulher deseja ser mãe, ter sucesso e ainda ter tempo de cuidar de si.

Palavras-chave


Ideologia; Discurso; Mary Kay; Mulher; Sucesso.

Texto completo:

PDF

Referências


ASH, M. K. Milagres que Acontecem. 3ª ED. Mary Kay Inc., 1994.

BAKHTIN, Mikhail Mikhailovich. A respeito de problemas da obra de Dostoievski. In:

Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2010,

FIORIN, José Luiz. Introdução ao pensamento de Bakhtin. São Paulo: Ática, 2006.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2006

FARACO, Carlos Alberto. Linguagem & diálogo: as ideias linguísticas do círculo de Bakhtin/Carlos Alberto Faraco. - São Paulo: Parábola Editorial, 2009. 168p. (linguagem; 33).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. v. 1-2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. 966 p.

CHAUÍ, Marilena de Souza. O que é ideologia. 2.ª edição. Brasiliense, São Paulo, 1981.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. 5.ª ed. São Paulo: Cortez, 2008, p. 53.

FIORIN, José Luiz (org.). Introdução à Linguística II: princípios de análise. 4.ª ed. São Paulo: Contexto, 2008.

MARX, Karl. Líneas fundamentales de la crítica de la economía política (grundrisse). v. 2. Barcelona: Crítica, 1978.

TAVARES, L.H. M. C. Mulher, Trabalho e Família: Jogos Discursivos e Redes de Memóriana Mídia.

Disponível em http://tede.biblioteca.ufpb.br/bitstream/tede/6385/1/Arquivototal.pdf. Acessado em: 10/10/2019.

LAGRAVE, ROSE-MARIE Uma emancipación bajo tutela. Educación y trabajo de las mujeres em El siglo XX. In. DUBY, G. e PERROT, M. Historia de Las Mujeres: El siglo XX (vol. V). Madri: Taurus, 2000.

CHARAUDEAU, Patrick. Dicionário de análise do discurso/Patrick Charaudeau, Dominique Maingueneau; coordenação da tradução Fabiana Komesu – 3. ed., 3ª reimpressão.- São Paulo: Contexto, 2018.

LEITE, Francisco Benedito. Mikhail Mikhailovich Bakhtin: breve biografia e alguns conceitos . Revista Magistro - ISSN: 2178-7956 -Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras e Ciências Humanas – UNIGRANRIO . Disponível em: file:///C:/Users/Oliveira/Downloads/1240-3635-1-PB.pdf. Acesso em 12 de junho de 2018. Acessado em 05/10/2019.

ECOUNICAMP. Disponível em https://www.eco.unicamp.br/images/arquivos/Caderno-3-web.pdf. Acessado em 05/10/2019.

BAKHTIN, M. (Voloshinov). Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2004. BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1993.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Anais do Congresso de Pesquisas em Linguística e Literatura