CINEMA, MÚSICA E EDUCAÇÃO: UMA PROPOSTA INTERDISCIPLINAR

Viviane Scalon Fachin

Resumo


O estudo da música e do cinema, como meios de identificação cultural, conduzem a um novo modo
de ver as representações sociais, porque implicam na mudança de percebê-las, de avaliá-las e de
entendê-las. Conhecer a história da música, seus estilos, e os instrumentais que compõem uma
orquestra sinfônica ou filarmônica permitem capacitar o ouvido e a percepção enquanto que o
cinema (imagem e som), modifica os processos de transmissão de conhecimentos, tradicionalmente
apoiados na leitura e na escrita. Falar de música e cinema implica pensar uma prática audiovisual
que treine o olhar de forma a perceber os enfoques e as imbricações existentes nos diversos
significados que traz. A proposta desse programa parte da integração do trabalho das diversas
disciplinas da área de Humanas, executados por projetos especialmente elaborados em Filosofia,
Música, Sociologia da Arte, História da Música e do Cinema, apresentados pelos ministrantes
partícipes/colaboradores e por eles ministrados. O público-alvo das capacitações são professores da
Educação Básica de Amambai, Aral Moreira, Tacuru e Coronel Sapucaia. O público-alvo das ações
de extensão, que busca divulgar e promover o ensino da música e do cinema, como bens culturais
da humanidade, são os alunos dos cursos de História e Ciências Sociais da Universidade Estadual
de Mato Grosso do Sul, do Ensino Médio das Escolas Estaduais, os membros da Associação Casa
Paraguaia, do Lar Frei Fabiano de Cristo e Casa da Acolhida, instituições localizadas em Amambai.
O objetivo, para os professores participantes da Educação Básica e acadêmicos, é propiciar
condições para reflexão e discussão acerca do aproveitamento da música e das imagens no ensino,
assim como também estabelecer critérios para desenvolver a crítica externa e interna sobre as
representações, priorizando a análise dos conteúdos objetivos das imagens, induzindo à percepção
dos conteúdos implícitos, presente nas entrelinhas das produções selecionadas. Para perceber a
importância das representações na compreensão dos mecanismos pelos quais um grupo impõe a
outro sua concepção do mundo social, propusemos que as produções selecionadas permitam a
interdisciplinaridade e propiciem o entendimento segundo o qual a música e o cinema são
representações ideológicas, no tempo e espaço daqueles que as produzem, reconhecendo seu papel
de formadoras de opinião e de difusoras/disseminadoras de valores culturais, costumes e hábitos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.