GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE DOURADOS-MS

Autores

  • Renan Gonçalves da Silva UEMS
  • Rosa Maria Farias Asmus

Resumo

Com o objetivo de mudar o panorama dos resíduos no Brasil, em agosto de 2012 foi instituído o Plano Nacional dos Resíduos Sólidos. Este plano é um marco desafiador para toda a sociedade, pois exige mudanças de hábitos e rompimento de paradigmas. O projeto ora apresentado fornece subsídios para a comunidade escolar adequar-se a esta nova realidade, propondo o gerenciamento e aproveitamento de seus resíduos com a técnica da compostagem, transformando resíduo orgânico em adubo para as plantas. Iniciado em 2012, na Escola Ministro Reis Veloso, com alunos da 5° e 8° serie, reutilizou os rejeitos orgânicos provenientes da cantina e do jardim, gerando um adubo orgânico. Com a parceria e apoio da AGECOLD (Associação dos Agentes Ecológicos de Dourados) foi possível incluir, também, palestras sobre o tema em dois CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de bairros periféricos. O projeto prosseguiu ainda em 2012, na Escola Ramona da Silva Pedroso, com orientações e dinâmicas sobre a técnica da compostagem. Neste período observou-se uma carência de um plano de gerenciamento local em decorrência do descarte indevido dos resíduos no ambiente escolar dando origem a um novo projeto. No ano de 2013, dando continuidade na Escola Ramona, o projeto tomou novo direcionamento com a organização do material descartado, oficinas para criação de lixeiras ecológicas, orientação específica para elaboração de projeto cientifico com as normas da ABNT e visita técnica à AGECOLD. Pretende-se, ainda em 2013, implantar a coleta seletiva como planejamento escolar.

 

Palavras-Chave: Sustentabilidade, Compostagem, Coleta seletiva, Reciclagem. 

Downloads

Publicado

16/04/2015

Como Citar

Silva, R. G. da, & Asmus, R. M. F. (2015). GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE DOURADOS-MS. ANAIS DO SEMEX, 6(6). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/semex/article/view/759

Edição

Seção

MEIO AMBIENTE

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>