AVALIAÇÃO PRODUTIVA E REPRODUTIVA DE FÊMEAS PARTICIPANTES DO TESTE DE PROGÊNIE DE TOUROS DA RAÇA GIROLANDO

Autores

  • Guilherme Busto Oliveira
  • Isadora Luiza Gomes Cintra
  • Silvio da Silva Oliveira
  • Micheli Stéfani Bertuci Silva
  • Geancarlos Carraro da Silva
  • Fabiana de Andrade Melo Sterza

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi realizar a avaliação de características corpóreas e reprodutivas de fêmeas participantes do teste de progênie de touros da raça Girolando, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Girolando (ABCG). Foram realizadas pesagens e avaliações de escore de condição corporal (ECC) de 6 novilhas filhas de touros Girolando, a fim de verificar as condições das mesmas para iniciar um protocolo de inseminação artificial em tempo fixo (IATF). Além disso, fêmeas da UEMS e dos produtores foram inseminadas com sêmen de touro Girolando em teste de progênie disponibilizados pela ABCG. Foram inseminadas 4 vacas Girolando com o sêmen disponibilizado pela ABCG. O diagnóstico de gestação (DG) foi realizado 30 dias após a IATF, obtendo assim 50% (2/4) de prenhez. Vale ressaltar a importância das avaliações mensais das bezerras do nascimento até se tornarem novilhas, pois dessa forma é possível colocá-las em reprodução logo que apresentarem condições adequadas para tal. Todos os dados obtidos em relação aos nascimentos e resultados de IATF coletados foram inseridos na plataforma da ABCG. O objetivo era identificar o quanto antes o momento adequado para a inseminação artificial. A inseminação das novilhas foi realizada no primeiro semestre de 2019, quando alcançaram o escore e o peso recomendado (320 Kg) para a entrada em reprodução na raça Girolando. Também foi analisado a taxa de fertilidade do sêmen dos touros da ABCG, tanto feito a campo, através das inseminações, quando no laboratório através da produção in vitro de embrião (PIVE). Foi observado diferentes resultados em ambas avaliações, porem vimos a eficiência de cada sêmen, seja para a IA, IATF ou PIVE. Conclui-se que a parceira com a ABCG foi de grande importância para todas as partes, pois beneficiou a ABCG por meio dos testes dos touros e a UEMS e os produtores por terem recebido o sêmen e dessa maneira mantido o melhoramento genético dos seus rebanhos.

Downloads

Publicado

01/04/2020

Como Citar

Oliveira, G. B., Cintra, I. L. G., Oliveira, S. da S., Silva, M. S. B., Silva, G. C. da, & Sterza, F. de A. M. (2020). AVALIAÇÃO PRODUTIVA E REPRODUTIVA DE FÊMEAS PARTICIPANTES DO TESTE DE PROGÊNIE DE TOUROS DA RAÇA GIROLANDO. ANAIS DO SEMEX, (12). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/semex/article/view/6861

Edição

Seção

TECNOLOGIA E PRODUÇÃO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>