HORÁRIO DE ATENDIMENTO AO ALUNO NA ESCOLA SÃO JOSÉ E PRATICANDO XADREZ COM ALUNOS DO COLÉGIO EVANGÉLICO AVIVAMENTO BÍBLICO

Autores

  • Ederson Aparecido Sousa

Resumo

O projeto se deu inicio através de uma parceria feita entre a universidade e as escolas em questão. Em Agosto de 2018 na escola São José, iniciamos o projeto de atendimento a um grupo de alunos escolhidos pelo professor do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, esses alunos foram escolhidos de acordo com a necessidade deles em relação à matéria em questão que é a matemática, após a escolha dos alunos, foram decididos os dias e horários para o atendimento ao aluno juntamente com a direção e os professores. Através de conversas semanais com os professores eram decidos os temas que os alunos estavam com mais dificuldades e com isso os horários de atendimentos foram focados nestas dificuldades, através de conversas, exercícios de fixação de conteúdo e principalmente ouvindo as dificuldades deles no assunto trabalhado, podendo acompanhar o desenvolvimento deles no decorrer das aulas e com o rendimento em sala que melhorou bastante. Já no começo de 2019 além de continuar com o projeto na escola São José, a coordenadora do meu curso fez uma nova parceria entre a universidade e o Colégio Evangélico Avivamento Bíblico na intenção de mostrar a sociedade o que a faculdade pode proporcionar à cidade de Cassilândia, o intuito desta parceria é o ensino da prática ao xadrez para um grupo de alunos da escola, onde a direção da escola passou em cada sala para saber o interesse dos alunos nesse projeto e com isso reservar um horário para a pratica do xadrez dentro da escola. E até o momento estamos com muitos alunos praticando o xadrez na escola, dentro do horário estipulados para essa prática.

Downloads

Publicado

01/04/2020

Como Citar

Sousa, E. A. (2020). HORÁRIO DE ATENDIMENTO AO ALUNO NA ESCOLA SÃO JOSÉ E PRATICANDO XADREZ COM ALUNOS DO COLÉGIO EVANGÉLICO AVIVAMENTO BÍBLICO. ANAIS DO SEMEX, (12). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/semex/article/view/6677

Edição

Seção

EDUCAÇÃO