ATIVIDADES DE PREVENÇÃO DE DEPRESSÃO E ANSIEDADE EM UMA ILPI DE CAMPO GRANDE: a adoção de práticas promotoras de saude mental sob o ponto de vista do Letramento Crítico em Saúde

Autores

  • André Meyer Duchatsch
  • Ruberval Franco Maciel

Resumo

O envelhecimento populacional é um fenômeno de ocorrência planetária, embora a sua ocorrência em países em desenvolvimento receba destaque no presente momento. Os idosos são um grupo que apresenta a taxa mais elevada de doenças crônicas e redução da capacidade física e mental. Os problemas de saúde, associados a problemas econômicos, como a baixa remuneração da aposentadoria, fazem com que o idoso exija um cuidado mais intenso, principalmente dos familiares. Porém, muitos, sofrem dificuldade de receber o atendimento por parte destes, seja por ausência de vínculo afetivo, ou por falta de tempo e dinheiro dos parentes. Consequentemente, as instituições de longa permanência para idosos (ILPI), acabam sendo uma estratégia de saída para amenizar a situação, oferecendo acolhimento através de atendimentos de saúde, moradia e de convivência com outros idosos. Porém, a vivência nas ILPIs apresenta impactos negativos na saúde mental dos pacientes, incluindo sintomas depressivos e ansiosos.
Como estratégia de ação, o Letramento crítico da Saúde pode ser definido como um processo de ordem mais elevada, que pode ser desenvolvido através de uma educação para avaliar criticamente informações relevantes para a saúde, visando com que o paciente obtenha a capacidade de acessar, compreender, avaliar e aplicar informações de saúde. O objetivo geral é aplicar ações de educação em saúde e entretenimento com idosos de uma instituição de longa permanência, em Campo Grande, sob estratégia do Letramento Crítico em Saúde, a fim de melhorar os indicadores de saúde mental entre este público. nicialmente, será realizada a escolha da ILPI, respeitando o critério se ser uma entidade beneficente e se localizar na cidade de Campo Grande/MS, e definição do acordo com a instituição para a realização das atividades. A metodologia empregada foi através da escolha do asilo São João Bosco como local de realização das ações. Foram realizadas 4 (quatro) ações de educação em saúde, entretenimento e palestra, abordando questões sobre higiene, cuidado com o idoso com demência e importância da alimentação saudável na senescência/senilidade. O primeiro encontro com idosos envolveu um grupo de mulheres com demência de causas variadas, focando na realização de troca de histórias, através da roda de conversa; O segundo, enfocou ações com o grupo de homens, através de abordagem individual, com a troca de conversas, recomendações sobre cessação do tabagismo e estímulo à música. No terceiro, foi realizada uma palestra para os funcionários, com o tema: cuidados no paciente com demência. Por fim, o quarto, abrangeu gincanas com os idosos institucionalizados. Conclui-se que os idosos são um grupo populacional que merece extrema atenção por parte da população mais jovem, seja pela imensa história de vida que eles possuem a compartilhar, seja pelo legado material que construiram para a nossa sociedade campograndense e brasileira.

Publicado

01/04/2020

Como Citar

Duchatsch, A. M., & Maciel, R. F. (2020). ATIVIDADES DE PREVENÇÃO DE DEPRESSÃO E ANSIEDADE EM UMA ILPI DE CAMPO GRANDE: a adoção de práticas promotoras de saude mental sob o ponto de vista do Letramento Crítico em Saúde. ANAIS DO SEMEX, (12). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/semex/article/view/6619

Edição

Seção

COMUNICAÇÃO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>