INTERNACIONALIZAÇÃO DA MEDICINA COMO PRÁTICA LOCAL: APROXIMAÇÃO E COOPERAÇÃO INTERINSTITUCIONAL

Guilherme Hideo da Costa Ota

Resumo


Duas questões importantes têm se destacado na área da formação acadêmica no que se refere à área da saúde: a dinamicidade do conhecimento científico e a internacionalização desse saber. Nessa nova dinâmica de distribuição e atualização do saber, a globalização do conhecimento tem redimensionando o papel da universidade no contexto científico de tal forma que, diferentemente de outras épocas, o acesso à informação e ao conhecimento científico deixa de ser monopólio das instituições superiores de ensino e passa a ser disponível no contexto da educação permanente. Nesse horizonte, a circulação do conhecimento se faz, majoritariamente, pela língua inglesa, e, portanto, requer tanto um novo perfil de alunos quanto uma atualização do currículo, no sentido de capacitar os acadêmicos para atender às demandas contemporâneas da atualização profissional permanente. No contexto atual, o estímulo acadêmico à cooperação e à participação científica ativa em língua estrangeira, já logo no início de sua formação acadêmica, favorece o desenvolvimento de uma cultura local de internacionalização do saber acadêmico, capaz de possibilitar maior acesso à informação e mais expressividade internacional ao conhecimento local. Nesse aspecto, as ações do projeto almejam, justamente, possibilitar o surgimento de novos espaços para produção acadêmica, transferência de conhecimentos, além da inovação inerente a esta proposta, conforme especificado no objetivo de fomentar o crescimento do contato acadêmico interinstitucional em seu viés de cooperação estudantil, com enfoque na internacionalização do cenário local. As atividades aconteceram durante os 2 semestres do projeto, em espaço cedido pela UEMS, na forma de oficinas, apresentações e debates. Houve a criação da página UEMS internacional e a produção de conteúdo informativo referente ao curso MEO (MyEnglishOnline), um curso de Inglês do Programa Idioma Sem Fronteiras - disponível a quem fizesse inscrição, além do surgimento do evento MEDICINA UEMS ENGLISH CLUB, em uma união de esforços com outros acadêmicos, visando o surgimento de um espaço físico para a discussão de temas gerais relacionados à internacionalização no qual cooperação acadêmica interinstitucional também pudesse ter espaço. O projeto, ao visar o estímulo acadêmico à cooperação e à participação científica ativa em língua estrangeira referente às ações realizadas vem obteve êxitos em favorecer o desenvolvimento de uma cultura local de internacionalização do saber acadêmico, além de estender as ações realizadas internamente a um público externo à UEMS, favorecendo a cooperação acadêmica em múltiplos níveis.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.