DIAGNOSE DE DOENÇAS EM PLANTAS NA REGIÃO DE AQUIDAUANA MS

Vittor Gomes Cavalcanti, Caike Figueredo Fernandes Rosa, Stephany dos Santos, Eli Domingos de Oliveira Souza, Danilo Ferreira Ramires Barbosa, Felip André Sganzerla Graichen

Resumo


Apesar do cenário favorável para a produção de culturas olerícolas, frutíferas e graníferas no estado de Mato Grosso do Sul, os produtores relatam constantes problemas com a incidência de doenças. Dessa maneira os patógenos são uma barreira para a aumento da produtividade de algumas culturas. Na tentativa de resolver esse problema as Clínicas Vegetais realizam diagnoses e identificação do agente etiológico da doença e fornecem informações para o produtor realizar o controle e manejo das doenças. Evitando assim, a redução da produtividade ou a morte dos vegetais. O objetivo desta atividade foi oferecer diagnose rápida e precisa na Clínica Vegetal para auxiliar a comunidade assistida pelas hortas comunitárias das escolas de Aquidauana e Anastácio e indicar medidas de manejo para as doenças. As diagnoses foram realizadas na Clínica Vegetal no Laboratório de Fitossanidade da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, na Unidade de Aquidauana. Para a realização das diagnoses e identificação dos patógenos, os materiais vegetais (folhas, frutos e raízes), após a realização da assepsia, foram colocados em câmeras úmidas para o desenvolvimento de estruturas do agente patogênico. Para os fungos após o desenvolvimento das estruturas foram feitas lâminas, com o auxílio de corantes ou glicerol e fita durex, e observadas ao microscópio. Nas doenças causadas por bactérias, o exudato em cortes das partes de plantas infectadas foi observado ao microscópio. Os vírus foram diagnosticados com base nos sintomas e presença de insetos vetores. Após os procedimentos específicos para cada agente, a literatura foi consultada para a confirmação dos diagnósticos. Foram recebidas 52 amostras sendo de 39 espécies de plantas da região e diagnosticadas 45 doenças e 7 insetos pragas. Sendo 33 doenças de origem fúngica (28 patógenos do filo Ascomycota e 5 patógenos do filo Basidiomycota). As demais doenças ficaram subdividas em: 5 viróticas, 4 bacterianas e 3 causadas por Stramenópilos do filo Oomyceto. Os insetos encontrados são 4 mastigadores e 3 sugadores. O auxílio prestado pela Clínica Vegetal com a realização das diagnoses é uma ferramenta para o fornecimento de informações corretas para o controle do patógeno e que irá gerar tomadas de decisões certas por parte dos produtores, nas hortas comunitárias e áreas experimentais em Aquidauana e Anastácio.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.