MORCEGOS: NOSSOS AMIGOS NOTURNOS

Cloves Gonçalves Ramires Ramires Junior, Nathani Fernandes Alves Silva, Helen Calandrin Cardoso, Douglas Camargo Batista, Elaine Antoniassi Luiz Kashiwaki

Resumo


Os morcegos estão entre os animais que sofrem discriminação pelas pessoas, resultado da falta de conhecimento sobre as funções que eles desempenham no ambiente. Essa discriminação é devida a inúmeros mitos e lendas que envolvem os morcegos, algumas espécies adaptaram-se a viver em áreas urbanas, intensificando o contato com humanos, porém outras persistem em fragmentos florestais da mata nativa. Essa proposta desenvolveu atividades educativas, por meio de sensibilização e gradual mudança de postura, bem como divulgação de estudos científicos, em escolas e locais públicos, sobre a importância dos morcegos ao ambiente. Os esforços foram direcionados à comunidade em geral, com ênfase aos estudantes do ensino fundamental de escolas públicas e privadas da região de Mundo Novo. As palestras, oficinas e exposição foram conduzidas na sua grande maioria na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Mundo Novo (UEMS/UUMN), e contou com o apoio do Grupo de estudos em Ciências Ambientais e Educação (GEAMBE/UEMS) e da Prefeitura Municipal de Mundo Novo, além de outros acadêmicos, docentes e pesquisadores. A metodologia utilizada nessas atividades foi a de palestras e oficinas, onde foram entregues questionários aos alunos para avaliar o conhecimento prévio a respeito dos morcegos. Este questionário incluiu perguntas sobre a ecologia dos morcegos, tipos de alimentação e também atividade ilustrativa para os alunos retratarem a imagem que eles possuíam sobre os morcegos, após as palestras/oficinas o mesmo questionário foi aplicado para que fosse possível a avaliação do conhecimento adquirido pelos mesmos. Realizamos o evento “A noite do Morcego” para a sociedade mundonovense. O projeto atendeu cerca de 400 pessoas de seis instituições de ensino, onde se pode perceber que a desmistificação a respeito dos quirópteros ocorreu de forma satisfatória. Entretanto, por mais satisfatória que a experiência do projeto tenha sido, projetos voltados às espécies sinantrópicas como o morcego, devem ser realizados para a conservação e redução de mitos que envolvem essa ordem de animais.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.