RECURSOS DIDÁTICOS COMO ESTRATÉGIA NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE INVERTEBRADOS

Patricia Maurer Oserow, Daniel Pereira do Prado Dias, Marcia do Valle Carolino Silva, Mônica Mungai Chacur

Resumo


A proposta do presente projeto foi trabalhar com diversas ferramentas didáticas para a consolidação de conhecimento sólido em zoologia dos invertebrados. Foi desenvolvido durante os anos letivos de 2017 e 2018 na Escola Municipal Aurora Pedroso de Camargo, especificamente com os alunos dos sétimos anos do ensino fundamental II, que foram convidados a participar em período de contra turno da escola, oportunizando-os a vivência em atividades práticas relacionadas aos conteúdos de ciências, invertebrados. Com suporte técnico e material da UEMS, foram desenvolvidas diversas atividades utilizando-se recursos didáticos variados como os audiovisuais e materiais biológicos vivos e preservados para efetivação de práticas de animais invertebrados (poríferos, cnidários, platelmintos, nematoides, anelídeos, moluscos, artrópodes e equinodermos), explorando morfologia interna e externa, fisiologia, hábitos de vida e relações dos mesmos com o ambiente em que vivem. Durante as intervenções foram realizadas atividades de conhecimento pré e pós atividade, observações e anotações sobre o interesse na participação dos alunos no término das mesmas. Como a proposta era inovar e utilizar recursos didáticos fora do contexto habitual, conseguimos prender a atenção dos alunos, pois apresentamos praticas, que fogem do imaginário e os põe em contato com a prática propriamente dita. Para exemplificar podemos citar o uso do microscópio, a dissecção da minhocuçu, entre outros. Todos demostraram interesse em observar o material apresentado, que foge da realidade das escolas, que apresenta pouco ou nenhum preparo para aulas práticas de Ciências.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.