RECURSOS DIDÁTICOS COMO ESTRATÉGIA NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE VERTEBRADOS

Marcia do Valle Carolino Silva, Daniel Pereira do Prado Dias, Patrícia Maurer Oserow, Mônica Mungai Chacur

Resumo


As atividades práticas de ciências nas escolas têm sido ferramentas motivadoras para o aprendizado dos alunos, fazendo com que eles desenvolvam e produzam ciências de modo investigativo. Considera-se, também, que tais práticas propiciam um ambiente agradável de aprendizado para o aluno entender os conceitos abordados nas aulas, por meio de experimentos ou de materiais diferenciados que podem ser introduzidos pelo docente. Nesse contexto, o presente trabalho buscou desenvolver, através de recursos didáticos variados, atividades voltadas ao ensino de vertebrados que foram desenvolvidas na Escola Municipal Aurora Pedroso de Camargo, em Dourados, M.S., com alunos dos sétimos anos durante o período de contra turno de aula, nos anos de 2017 a 2018. Foram realizadas quatro ações: 1) peixes ósseos e cartilaginoso, 2) anfíbios e répteis, 3) aves e 4) mamíferos. Recursos audiovisuais, atividades práticas com manipulação de animais preservados foram utilizados como estratégias para a aprendizagem, explorando-se as características gerais, as morfológicas, as comportamentais, os hábitos de vida, o hábitat e a importância ecológica de todos os grupos. Foram aplicadas palavras-cruzadas para a avaliação de conhecimento pré e pós atividades. Os recursos audiovisuais no formato de vídeos de curta duração despertaram grande interesse nos alunos, nas atividades em que foram aplicados, sendo considerados motivadores no processo de ensino e aprendizagem. O uso de recursos naturais, como a manipulação de materiais biológicos frescos e preservados, envolveu a participação ativa dos alunos que fizeram diversos questionamentos e contaram suas experiências com diversas espécies, possibilitando-os associar aos conceitos teóricos, favorecendo a construção de conhecimentos conforme constatados nas comparações das avaliações de conhecimento pré e pós atividades e principalmente reconstruindo uma consciência ecológica pautada na importância da preservação. Pode-se considerar que ações integradas entre escolas e instituições de ensino superior são certamente uma alternativa enriquecedora tanto aos alunos da rede pública como aos discentes licenciandos.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.