CAPACITAÇÃO EM RECICLAGEM DE LIXO ELETRÔNICO

Luan Junior Chaves, Rony Gonçalves de Oliveira

Resumo


De acordo com relatório da United Nations University, o mundo produziu cerca de 41,8 milhões de toneladas de lixo eletrônico. Apenas no Brasil, estima-se foi produzido aproximadamente 1,4 milhão de toneladas e em 2018, a expectativa global é de atingir a marca de 50 milhões de toneladas. Um simples celular ou computador possui uma grande quantidade de elementos que ninguém gostaria que estivesse na sua comida ou no ar. Elementos como cobre, ouro, chumbo, níquel, antimônio, etc., que compõe diversos equipamentos eletrônicos, são descartados inadequadamente, sem o devido tratamento e acabam em rios e lagos, solo, e, até mesmo, incinerados acabando contaminando o ar. O projeto consistiu em visitas aos cursos de graduação da UEMS e UFGD, ligados as áreas tecnológicas de computação para promover educação ambiental, promovendo descarte consciente do lixo eletrônico, bem como para divulgar e realizar a inscrição de interessados em participar dos minicursos de aproveitamento de componentes eletrônicos como capacitores, resistores, transistores, etc. Também foram realizadas atividades de coleta de materiais para reciclagem, junto a empresas da região de Dourados-MS. Para promover tais ações, nos utilizamos da construção de materiais didáticos, palestras educativas trazendo informações sobre os impactos ambientais do descarte incorreto desses materiais tóxicos, bem como um minicurso prático de como reaproveitar equipamentos eletrônicos. Tivemos um resultado bem positivo e impactante, alunos tanto da UEMS como da UFGD demonstraram interesse sobre as palestras e minicurso desenvolvidos, até conseguimos despertar o interesse dos alunos e professores sobre projetos futuros com o reaproveitamento de tais matérias, provendo assim uma reciclagem consciente e com aproveitamento em projetos de pesquisa e usos didáticos para alunos e professores. A educação ambiental estimula mudanças no local que está inserida, é usada como estratégia de reflexão para sociedade estabelecendo novos valores e criando formadores de opiniões consequentes de um amadurecimento ambiental. Para ser considerado eficaz um programa de educação ambiental deve estimular o amadurecimento do potencial do indivíduo como cidadão.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.