E-LIXO – TRIAGEM E REAPROVEITAMENTO DE COMPONENTES DE REEES

Aecio Brusch, Edemir Feliciano Garcia

Resumo


Com o desenvolvimento da humanidade, foi se notado a necessidade de criar novas ferramentas para auxílio, com o passar dos anos, essas ferramentas foram se desenvolvendo, chamamos isso de avanço tecnológico, que nos dias de hoje, somos quase que totalmente dependentes dessa tecnologia, assim como placa de circuito, fios de cobre, chips de processamento feitos com liga de metais preciosos. Porem toda essa tecnologia, tem uma vida útil, sendo assim, criando uma grande quantidade de “lixo” eletrônico, que chamamos de resíduo de equipamento eletroeletrônico (REEE). No mundo de hoje, poucas empresas e poucos países, fazem a reciclagem desse material, e a quantidade dele vem crescendo cada vez mais. Este projeto tem como objetivo criar a triagem desse material e destinar aos locais de uso correto e analisando o impacto ambiental. Foi-se estipulado como objetivo auxiliar a coleta dos materiais, porém principalmente a triagem minuciosa dos componentes que ainda funciona, a classificação dos materiais recebidos, objetivando a diminuição dos materiais acumulados sem destino, e principalmente a conscientização da população local da importância do projeto de reciclagem. O projeto será desenvolvido por professores e alunos dos cursos de matemática e agronomia, da UUC de Cassilândia, que ajudarão no processo de triagem e separação dos REEE; Como principal diferencial o desmonte, separação e encaminhamento dos materiais para reaproveitamento; Divulgação do trabalho por meio de mídias, palestras folders entre outros, patrocinadas por empresas locais; Todos os equipamentos REEE passarão pela triagem e depois serão reciclados. Os REEE que não forem aproveitados pelo projeto serão destinados gratuitamente à empresa Transcompare, localizada no município, faz coleta seletiva para fins comerciais; Haverá uma sala para depósito e um laboratório nas dependências da UEMS para guardar e reciclar esse resíduo; O projeto contará também com doação da comunidade, moradores de Cassilândia e comércio em geral com os aparelhos eletrônicos que não usam mais. Ate o presente momento, a proposta apresentada está dentro do andamento esperado, as etapas estão sendo executadas de forma corretas, a coleta está sendo realizada, o processo de triagem e o processo de limpeza dos equipamentos demanda um pouco mais de tempo, porém até o momento está sendo executada de forma correta, o processo ou melhor ensaio para extração de metais nobres, que ate o momento é a última etapa, precisa de uma certa delicadeza, e cuidado. Porem todos dentro dos conformes. Conclui-se que existe uma grande demanda de material eletroeletrônico, que é destinado ao lixo comum, poderiam ter um melhor destino, além dos metais nobres existem componentes que podem servir de peças sobresselentes para outros usos.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.