CULTURA JURÍDICA NA ESCOLA: SABER DIREITO PARA O EXERCÍCIO DA CIDADANIA

Vitor Santos de Avila

Resumo


Cultura Jurídica na Escola: saber direito para o exercício da cidadania Vitor Santos de Ávila (UEMS) projeto “Cultura Jurídica na Escola: saber direito para o exercício da cidadania” é uma ação de uma extensão universitária voltada para apresentação e discussão, em linguagem acessível, de conhecimentos jurídicos para estudantes do ensino fundamental de uma escola pública na zona rural de Paranaíba/MS. Tem por objetivo o debate e a elaboração de atividades relacionadas, sobretudo aos direitos humanos e cidadania, visando possibilitar o acesso de estudantes ao conhecimento jurídico a fim de compreenderem e atuar de forma mais crítica e consciente na sociedade atual. Isto se faz necessário devido às poucas oportunidades de debater um assunto tão importante quanto direitos humanos, política e cidadania durante a formação intelectual de jovens estudantes, ainda mais por se tratar de uma escola pública distante do centro urbano e marginalizada geograficamente. Para tanto, o desenvolvimento das atividades está ocorrendo mensalmente, quando por meio de debates, rodas de conversa, discussão de conteúdos por recursos audiovisuais e materiais impressos, estão sendo abordados temas relacionados às ciências jurídicas de forma prática e sucinta visando à discussão de direitos garantidos pelo ordenamento jurídico bem como princípios humanísticos voltados aos direitos naturais de toda pessoa humana.

Durante a execução do projeto, foram encontradas diversas dificuldades que comprometeram a realização do mesmo. Dentre essas dificuldades estão as que foram encontradas no próprio local de execução do projeto como a precária infraestrutura e ambiente inapropriado como também a falta de equipamentos como projetores para a apresentação de conteúdo em formato áudio-visual e ausência de conexão com a rede mundial de computares. Diante disso, os resultados não puderam ser atingidos de forma plena tal como a proposta inicial do projeto propunha. O conteúdo jurídico preparado para o público-alvo não pode ser apresentado de forma completa. Em suma, o projeto de extensão, que tem como objetivo levar o conhecimento jurídico de forma simples e prática a alunos de escola pública de zona rural, foi concluído de forma deficiente no tocante a realização integral de seus objetivos, com muitas dificuldades na realização.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.