CULTURISMO

Bruno Lemes Guimarães

Resumo


O termo “Culturismo” é a fusão de cultura e turismo. O projeto nasceu com o intuito de fomentar o cenário cultural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e foi executado pelo graduando de Turismo por meio do modelo de um festival de arte e cultura. Através deste evento, o acadêmico proporcionou atratividades artísticas e culturais de forma gratuita para toda comunidade interna e externa à universidade. O objetivo do projeto é desenvolver a atividade turística da cidade oferecendo à população mais uma opção de lazer e entretenimento, sendo que, ao desenvolver o cenário cultural e a realização de eventos, consequentemente, desenvolve-se o turismo local. Através do “Culturismo” foi possível valorizar os trabalhos dos artistas locais, constituindo assim, mais uma oportunidade para suas apresentações, além de proporcionar ao acadêmico a vivência do planejamento, organização e promoção do evento cultural, unindo o conhecimento teórico, obtido no curso de Turismo, à prática. Por meio de uma parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo (SECTUR), o universitário apresentou três edições do projeto “Culturismo” na Praça dos Imigrantes, praça central de Campo Grande que realiza eventos frequentemente, e que também é um ponto comercial de artesanato. O acadêmico organizou os festivais através de convites a diversos artistas, que participaram; alguns de forma voluntária, outros mediante pagamento de cachê. A infraestrutura necessária, como caixa de som, microfones, máquina fotográfica e cabos de extensão, foi totalmente obtida por meio de parcerias, inclusive do Laboratório de Eventos, da UEMS/CG. A divulgação dos festivais foi feita por cartazes, mídias sociais, página do projeto no Facebook, Whatsapp, grupos de cultura; projeto “Turistando UEMS”, assessoria de imprensa da UEMS e também por contatos obtidos pelo acadêmico, que conseguiu promoção por meio dos sites: Tereré News, Notícias CG, Diário da Mídia e MS News. As duas edições finais do “Culturismo” foram feitas em parceria com a “Feira Vegan”, que também divulgou o evento em sua página no Facebook. É importante evidenciar que a primeira e a terceira edição do projeto foram fortemente afetadas pelo tempo desfavorável que, em decorrência de serem realizadas em espaço aberto, não pode atrair um público com um número muito significativo, diferentemente da segunda edição, que foi um sucesso, com evento cheio. Apesar dos problemas enfrentados, o projeto “Culturismo” foi bem recebido pela Secretaria de Cultura e Turismo, pela Praça dos Imigrantes e pela “Feira Vegan”, preenchendo uma demanda de atrações artísticas e culturais, proporcionando mais uma opção de lazer e entretenimento para aquele ponto comercial e cultural da cidade.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.