UNIDADE DEMONSTRATIVA DE USO DE EXTRATOS DE PLANTAS INSETICIDAS NO CONTROLE DE INSETOS-PRAGAS NA CULTURA DO TOMATE E COUVE

Autores

  • Rafaela Morando
  • Luciana Cláudia Toscano
  • Renato Franco Oliveira de Moraes

Resumo

Dentre os produtos menos tóxicos, incluem-se os extratos de plantas de diversas famílias botânicas, destacando-se, entre estas, as meliáceas. Na condução da unidade demonstrativa, foram preparadas mudas de tomate e couve, em seguida, sendo transplantadas para o campo, sendo esta devidamente atacada por formigas, levando total destruição da cultura, desta forma realizou-se uma nova semeadura da couve, onde atualmente encontram-se nos canteiros, mas devido o atraso do transplantio foi possível realizar somente uma pulverização com extrato de nim. Foram preparados extratos de primavera e nim, para estar utilizando-os como forma de controle preventivo. Avaliou-se a eficácia dos extratos de primavera somente sob a cultura de tomate, pois relatou-se que o inseticida natural controla realmente a principal praga tripes que transmite o vírus do “vira-cabeça” do tomateiro, visto que no 2 primeiros meses foi observado uma incidência relativamente pequena, aumentando apartir do 3º mês do desenvolvimento da cultura, observou-se um aumento do inseto-praga tanto na na área não tratada, como na área tratada com extrato, ou seja, conforme o desenvolvimento da cultura foi aumentando relativamente à incidência da praga. Conclui-se que o extrato de primavera é uma alternativa viável, de fácil preparo e de boa aceitação pelos horticultores locais para controlar insetos-praga.

Downloads

Publicado

01/04/2015

Como Citar

Morando, R., Toscano, L. C., & de Moraes, R. F. O. (2015). UNIDADE DEMONSTRATIVA DE USO DE EXTRATOS DE PLANTAS INSETICIDAS NO CONTROLE DE INSETOS-PRAGAS NA CULTURA DO TOMATE E COUVE. ANAIS DO SEMEX, 3(3). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/semex/article/view/382

Edição

Seção

MEIO AMBIENTE

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)