OPISINIE ŚWIATA: uma análise da possibilidade de paródia na literatura contemporânea

Dayene Martins Morais Silva, Lucilo Antonio Rodrigues

Resumo


Este artigo integra uma pesquisa em andamento viabilizada com o apoio financeiro do Programa Institucional de Bolsas aos Alunos de Pós-Graduação, PIBAP/UEMS vinculada a linha de pesquisa Linguagem, Educação e Cultura, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade Universitária de Paranaíba. Tem como objeto de estudo o livro “Opisinie świata” (2013) de Veronica Stigger da Editora Cosac Naify, e como inquietação central compreender se existe paródia nesta obra contemporânea. O romance chama a atenção pelo fato de ter rendido alguns prêmios à autora, como “Machado de Assis da Biblioteca Nacional” (2013), “Açorianos de Literatura para Narrativas Longas (2014)”, e “Prêmio São Paulo de Literatura”(2014). A hipótese apresentada é a de que no romance supracitado acorre a paródia do pastiche. O objetivo dessa pesquisa é analisar a obra a partir do conceito de paródia de  Bakhtin (1988) e do conceito de pastiche em Jameson (2002). Nessa perspectiva, a pesquisa caracteriza-se como bibliográfica de caráter qualitativo mediante o uso do método hipotético-dedutivo e apresenta resultados parciais. Justifica-se pela necessidade de um melhor conhecimento da produção literária contemporânea tendo em vista os desafios da Educação Literária.


Palavras-chave


Educação literária; Análise do Discurso;Paródia. Pastiche.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN ELETRÔNICO: 2175-8719