O MOVIMENTO LGBTT EM MATO GROSSO DO SUL CONSIDERAÇÕES SOBRE O PERCURSO HISTÓRICO E A CONSTITUIÇÃO DA LUTA POR DIREITOS SEXUAIS DE LÉSBICAS, GAYS, BISSEXUAIS, TRAVESTIS E TRANSEXUAIS

Antonio Carlos Sardinha, André Luiz Faisting

Resumo


O presente  trabalho apresenta os principais resultados de estudo sobre a  trajetória histórica e as  características  que  marcaram  a  constituição  do  movimento  social  de  Lésbicas,  Gays, Bissexuais,  Travestis  e  Transexuais  em  Mato  Grosso  do  Sul.  O  resgate  histórico  desse movimento social, por meio de pesquisa exploratória, representa uma  tentativa de contribuir com a construção da memória de luta política pela garantia de direitos humanos a identidades sexuais que demarcaram, a partir da atuação pública, espaço próprio de interlocução em meio às demandas colocadas por outros grupos na esfera de conflito que permeia as  lutas sociais. Ao  conferir historicidade  à  atuação  LGBTT  por  direitos  humanos,  ampliam-se  as possibilidades para o reconhecimento e compreensão desse grupo em movimento social, que no Mato Grosso do Sul tem constituição recente e é marcado pelo protagonismo das travestis e  transexuais,  aspecto  esse  a  ser  destacado  na  comparação  com  o movimento  LGBT brasileiro. A  tentativa  de  configurar  e  apontar  o modo  como  se  organiza,  historicamente,  a luta  por  direitos  humanos  a  essa  população,  a  partir  da  reivindicação  e  politização  de identidades  sexuais,  permite  compreender  dimensões  e  especificidades  locais  desse movimento relativas ao cenário, práticas e perspectivas de atuação política.

Palavras-chave:  Movimento  LGBTT.  Novos  Movimentos  Sociais.  Direitos  Humanos.  Diversidade Sexual; Mato Grosso do Sul.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN ELETRÔNICO: 2175-8719