I ENCONTRO DE EDUCADORES SOCIAIS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE PARANAÍBA/MS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Mariana Leal de Souza, Lucinéia Silva de Freitas, Simone Silveira dos Santos

Resumo


A Assistência Social no Brasil é dever do Estado e direito de todo cidadão que dela necessitar, assegurada pela Constituição Federal de 1988. Dessa maneira é fundamental expor e problematizar como ocorre a materialização dos serviços ofertados e o trabalho dos profissionais que a executam. Este texto apresenta um relato de experiência de um grupo de trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social – SUAS realizado com Educadores Sociais da rede socioassistencial da região do Bolsão Sul-matogrossense, que apresenta as demandas percebidas no I Encontro de Educadores Sociais da Assistência Social de Paranaíba-MS.  A partir da observação promovemos uma discussão a respeito da identidade do Educador Social, os desafios para sua prática, bem como as necessidades formativas. Nesse sentido, utilizamos como subsídios teóricos: Paulo Freire (1981, 1994, 1997); Valéria Aroeira Garcia (2010); Moacir Gadotti (2008); Roberto da Silva (1991); José Carlos Libâneo (2001), entre outros. Trata-se de pesquisa qualitativa, com a obtenção dos dados para elaboração deste relato, por meio de observação, registros fotográficos, anotações em diário de bordo e avaliação. Partindo das informações coletadas no evento, foi possível verificar que os profissionais que atuam como educador social está frente a um grande desafio para desempenhar sua práxis no que concerne a necessidade de formação e aperfeiçoamento, tornando-se assim fundamental maiores investimentos nesta área.


Palavras-chave


Educador Social; Formação Continuada; Prática.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN ELETRÔNICO: 2175-8719