A SÁTIRA NA POESIA DE LAURINDO RABELO

Devanir Batista da Silva, Danglei de Castro Pereira

Resumo


Neste trabalho, iremos abordar a diversidade da obra poética de Laurindo Rabelo com a intenção de discutir os procedimentos individuais inerentes ao seu processo de composição poética. Procuraremos dar ênfase na presença da crítica social e a incorporação do popular através do viés satírico e do humor. Como corpus específico da pesquisa foi selecionado os poemas “Adeus ao mundo” e “Epigramas”. Nesses poemas procuramos verificar em que medida Rabelo estabelece um olhar satírico em face à sociedade. Lembramos que tal procedimento apontou para o fato de que a sátira e o humor em Laurindo Rabelo conduzem a uma vertente critica dentro da poesia romântica brasileira.

PALAVRAS-CHAVE: Poesia romântica, Sátira, Humor na poesia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.