O DISCURSO DE COTAS NA UEMS: UMA QUESTÃO POLÊMICA

Autores

  • Greiciane Antunes
  • Marlon Leal Rodrigues

Resumo

Resumo A proposta de pesquisar sobre a “discursividade,” em seu aspecto “polêmico”, sobre o negro a partir das “cotas nas universidades públicas” que desde 1998 vem causando debates e controvérsias. É importante considerar que a questão do negro no Brasil tem gerado uma discursividade muito polêmica, principalmente em relação ao racismo e a posição do negro na sociedade brasileira, após a libertação oficial dos escravos. Uma questão que vem sendo muito debatida atualmente (desde 1998) diz respeito às políticas de reparação histórica para afro-descendente, em particular, as cotas para negros nas universidades e serviços públicos, ou seja, uma reserva de vagas para os negros concorrerem entre si, fato que aumentaria em número significativo a representação do negro na sociedade, ou seja, aumentaria a participação do negro em espaços sociais onde se exige o curso superior. Assim, o objetivo desse trabalho é analisar quais os discursos dos negros que entraram na universidade pelo sistema das cotas .Constituindo o debate sobre as cotas e a sua aceitação, ou seja, se esse sistema de reparação histórica tem sido aceito pelo seu público alvo. Palavras-chave: discursividade, negro, identidades.

Biografia do Autor

Greiciane Antunes

Greiciane Antunes UEMS, 79750-000, Nova Andradina-MS, E-mail: greicyantunes@bol.com.br Bolsista: UEMS/PIBIC Orientador: Marlon Leal Rodrigues Área Temática: Análise do Discurso

Downloads

Publicado

16/10/2015

Como Citar

Antunes, G., & Rodrigues, M. L. (2015). O DISCURSO DE COTAS NA UEMS: UMA QUESTÃO POLÊMICA. ANAIS DO ENIC, 1(2). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/enic/article/view/1181

Edição

Seção

LINGUÍSTICA LETRAS E ARTES

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)