ESTUDO CITOGENÉTICO EM EXEMPLARES DO GÊNERO Rineloricaria (Loricariidae, Loricariinae) DE AFLUENTES DO RIO TAQUARI, MUNICÍPIO DE COXIM, MATO GROSSO DO SUL

Elis Aparecida Morita Melo, Margarida Maria de Rossi Vieira

Resumo


A família Loricariidae apresenta 92 gêneros e 690 espécies, sendo que atualmente está dividida em sete subfamílias. Embora componham uma das maiores famílias de peixes do mundo e constituam também uma das famílias com maior número de relatos citogenéticos,
ainda assim, é relativamente pouco estudada devido ao grande número de espécies que possui. Na subfamília Loricariinae, por exemplo, apenas exemplares dos gêneros Harttia, Loricaria,
Loricariichthys e Rineloricaria foram analisados citogeneticamente. Para a região do Pantanal sul mato-grossense, não há relato na literatura sobre estudos citogenéticos envolvendo o referido gênero. Sendo assim, este trabalho objetivou a caracterização citogenética de Rineloricaria lanceolata. Günther, 1868, do Córrego da Onça, afluente do Rio Taquari, município de Coxim, Mato Grosso do Sul. Dos vinte e três exemplares analisados, doze apresentaram 2n = 46 cromossomos com quatro citótipos distintos. A técnica de Ag-NOR, para detecção das regiões organizadoras nucleolares foi aplicada para dois dos citótipos citados e observou-se marcação conspícua bem evidente envolvendo quase todo o braço curto e parte do braço longo do primeiro par de submetacêntricos e marcação subterminal do braço longo de um cromossomo do par de número doze (acrocêntricos). Com relação ao bandamento C para localização da heterocromatina constitutiva, observou-se pouca heterocromatina distribuída sob forma de um bloco bem evidente na região subterminal do braço longo do par de número sete. Três exemplares apresentaram 2n= 47 cromossomos com três citótipos distintos, sendo que o bandamento NOR revelou marcação intersticial no braço
longo do par de número 5 (acrocêntricos) e marcação em praticamente todo o braço curto do par de número 1 (metacêntrico), apresentando assim o padrão de NOR múltipla. Com relação ao bandamento C esta revelou marcações na região intersticial no braço longo dos pares de número 10 e 11 (acrocêntricos), e o acrocêntrico pequeno sem homólogo revelou-se totalmente heterocromático, levando-se a inferir que se trata de um cromossomo B
(supranumerário). Oito dos exemplares analisados apresentaram 2n=48 cromossomos, com dois citótipos distintos,sendo que o bandamento NOR revelou marcação pericentromérica coincidente com uma constrição evidente no par de número 8 (acrocêntricos) evidenciando NOR simples. Com relação ao bandamento C este revelou marcação no mesmo par da NOR, de número 8 e mais a marcação pericentromérica bem evidente no primeiro par de
acrocêntricos. O presente estudo vem reforçar a hipótese de que rearranjos cromossômicos vêem ocorrendo no grupo e que a continuação de estudos citogenéticos são importantes para a elucidação dos mecanismos evolutivos que estejam ocorrendo no grupo.

Palavras chave: Cariótipo. Bandamento NOR. Bandamento C.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.