ECOLOGIA TRÓFICA DE PHALLOCEROS HARPAGOS (LUCINDA, 2008) NO CÓRREGO GUIRAÍ, BACIA DO ALTO RIO PARANÁ – MS

Autores

  • Marcelo Maldonado de Souza
  • Sidnei Eduardo Lima-Junior

Resumo

Com o objetivo de analisar a ecologia trófica de Phalloceros harpagos na sub-bacia do Rio Guiraí, Bacia do Alto Rio Paraná, foram feitas coletas bimestrais durante o período de outubro/2006 a agosto/2007. Foram coletados 457 indivíduos de P. harpagos, sendo 154 fêmeas, 104 machos e 199 de sexo indeterminado. Através da análise de covariância, constatamos que não ocorreu variação sazonal significativa no peso médio ajustado dos estômagos de P. harpagos (P=0,131), o que indica que não há variação na intensidade da atividade alimentar ao longo do ano. Analisando a dieta como um todo, constatamos que algas, matéria orgânica não identificada, restos de peixes (escamas), matéria vegetal, insetos terrestres, insetos aquáticos e sedimentos representaram os principais itens na dieta de P. harpagos. Não houve variação sazonal na composição da dieta. Um dado importante observado na análise dos conteúdos estomacais é a presença de restos de indivíduos da mesma espécie nos estômagos dos exemplares analisados, o que sugere a ocorrência de canibalismo. Concluímos que a espécie apresenta hábito alimentar onívoro e não existe variação sazonal significativa na composição da dieta. A intensidade da atividade alimentar também não variou sazonalmente, indicando que a espécie apresenta uma alimentação uniforme ao longo do ano, tanto em termos quantitativos como em termos qualitativos. Palavras-chave: Alimentação de peixes, riachos, canibalismo.

Downloads

Publicado

14/10/2015

Como Citar

de Souza, M. M., & Lima-Junior, S. E. (2015). ECOLOGIA TRÓFICA DE PHALLOCEROS HARPAGOS (LUCINDA, 2008) NO CÓRREGO GUIRAÍ, BACIA DO ALTO RIO PARANÁ – MS. ANAIS DO ENIC, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/enic/article/view/1157

Edição

Seção

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE