ECOLOGIA DE LARVAS DE GYRINIDAE (HEXAPODA: COLEOPTERA) NO CÓRREGO CURRAL DE ARAME DOURADOS- MS

Diana Douglas, Jelly Makoto Nakagaki

Resumo


O presente estudo teve como objetivo analisar a ocorrência das espécies de larvas da família Gyrinidae no período de um ano, ao longo do córrego Curral de Arame (Dourados, MS), verificando a variação sazonal e a distribuição espacial em freqüência de ocorrência para larvas e adultos e de tamanho médio de adultos, correlacionados à temperatura, pH, oxigênio dissolvido, condutividade e turbidez. De março de 2007 a fevereiro de 2008 foram realizadas
coletas mensais em três pontos do córrego Curral de Arame, utilizando o coletor surber, o puçá (D-shape) e puçá circular. No total, 1.162 indivíduos foram capturados, dos quais 1.141 eram adultos e todos coletados na superfície próximo da margem, e 21 eram larvas coletadas no substrato bentônico. Os adultos apresentaram uma maior ocorrência nos meses de Março e Maio/2007 e entre os meses de Novembro/2007 e Janeiro/2008. As larvas apresentaram maior ocorrência no mês de Setembro/2007, estando ausentes e com poucos exemplares nos outros meses de amostragem. Cada indivíduo adulto foi então sexado, baseado no tarso
anterior, e mensurado quanto ao comprimento da cabeça (HL), comprimento do pronoto (PL), comprimento do élitro (EL), comprimento do corpo padronizado (SBL) e a maior largura do
élitro (GEW). Estas medidas foram utilizadas para comparações entre os indivíduos dos três trechos do córrego e ao longo do ano para verificar possíveis alterações morfológicas frente às
diferenças ambientais.


Palavras-chave: Macroinvertebrado bentônico. Distribuição espacial e sazonal. Biometria.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.