PORTUGUÊS FALADO EM PONTA PORÃ: ESTUDO LÉXICO- SEMÂNTICO DO CAMPO DA ALIMENTAÇÃO

Autores

  • Raquel Pereira Maciel
  • Elza Sabino da Silva Bueno

Resumo

Sabendo que o léxico é a parte da língua vulnerável a mudanças e, por isso, a que mais recebe influências sejam internas ou externas, ao sistema linguístico, é que nos propomos a realizar esse estudo que trata do português falado em Ponta Porá e analisa aspectos semântico-lexical do campo da alimentação comum à região. De posse do material linguístico, procedemos à análise e à confecção de um glossário dos referidos campos semânticos para divulgar entre a comunidade pontaporanense os vocábulos utilizados e seus contextos de uso, considerando, variáveis linguísticas e sociais como gênero, idade e nível de escolaridadesdo falante como condicionadoras do uso desses vocábulos. Acreditamos que a pesquisa se justifica tendo em vista a necessidade de registro de fatos da oralidade para a caracterização dos registros linguísticos usados pelos informantes, além de sua história de vida, suas crenças e costumes para a divulgação da cultura desse povo, de forma que outros sul-mato-grossenses tenham acesso à realidade linguística referente ao campo da alimentação, entendendo a como uma forma de valorização da cultura popular. PALAVRAS-CHAVE: Português falado, variação linguística, léxico, alimentação.

Downloads

Publicado

14/10/2015

Como Citar

Pereira Maciel, R., & da Silva Bueno, E. S. (2015). PORTUGUÊS FALADO EM PONTA PORÃ: ESTUDO LÉXICO- SEMÂNTICO DO CAMPO DA ALIMENTAÇÃO. ANAIS DO ENIC, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/enic/article/view/1136

Edição

Seção

LINGUÍSTICA LETRAS E ARTES